GP1

Piauí

Samuel Silveira repudia áudios no WhatsApp e registra B.O na Polícia Civil

O nome do delegado foi citado em áudios que envolvem ainda Firmino Filho, que faleceu nesta terça-feira.

O delegado e ex-vereador de Teresina, Samuel Silveira, afirmou em entrevista ao GP1, na tarde desta sexta-feira (09), que registrou um Boletim de Ocorrência em função de áudios que circulam no WhatsApp o citando em supostos episódios envolvendo o ex-prefeito Firmino Filho, que morreu de forma trágica na última terça-feira (06), após cair do edifício Manhattan River Center, na zona leste de Teresina.

O delegado repudiou a ação de pessoas que, segundo ele, agem de forma cruel para tentar denegrir sua imagem e do ex-prefeito. “Eu estou decepcionado com a natureza humana e abismado com tamanha crueldade. Já não basta denegrir a imagem quando vivo, agora não respeitam nem mesmo depois de sua morte, usando a minha pessoa para tentar fazer um desmonte político”, disse.

Foto: Lucas Dias/GP1Vereador Samuel Silveira
Vereador Samuel Silveira

Samuel Silveira rechaçou ainda que a tentativa de assalto sofrida por ele no final do ano passado tenha qualquer relação com ex-prefeito e classificou o áudio como uma “fakenews” com criação de “contexto novelesco sem pé nem cabeça”, pontuou.

“Eu me reuni com o delegado geral e fiz um Boletim de Ocorrência para que tivesse uma investigação, devido a conotação que isso tomou, chegaram a criar um contexto novelesco sem pé nem cabeça para a situação do assalto que eu sofri ano passado. Eu repudio uma situação dessa de fakenews que está sendo propagada”, finalizou.

O caso deverá ficar sob investigação da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática – DRCI.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.