GP1

Piauí

Marden Menezes propõe piso salarial para educadores físicos

O Indicativo de Projeto de Lei nº 32/21 será encaminhado ao Poder Executivo para que seja analisado.

O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) apresentou Indicativo de Projeto de Lei nº 32/21 que estabelece piso salarial para os profissionais de educação física do quadro de servidores do estado do Piauí.

A proposta, destinada aos contratados de forma estatutária, é para que os salários passem a ser equiparados com o dos profissionais da mesma área no quadro da Secretaria Estadual de Saúde do Piauí, obedecendo a lei 6.201, de 27 de março de 2012.

Foto: Lucas Dias/GP1Marden Menezes
Marden Menezes

De acordo com o deputado, “a Constituição Federal é clara ao declarar como direito do trabalhador o piso salarial proporcional à extensão e complexidade do trabalho, o que, por si só, justifica a fixação de piso salarial através de lei”.

“O profissional de educação física atua num amplo mercado de trabalho e sua presença é de fundamental importância, sobretudo em academias de atividades esportivas e como o grande responsável pela orientação técnica, tática e física de equipes desportivas, de praticantes de esportes em nível amador, de danças, de lutas e até mesmo na educação física escolar. Portanto, devem ter um salário mais justo para que possam desempenhar as suas atividades com dignidade e responsabilidade”, argumentou Marden Menezes.

A proposta seguirá para o Poder Executivo que se tiver interesse na ideia a reencaminha como Projeto de Lei para ser votado pela Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.