GP1

Piauí

Piauí registra aumento de 120% nos focos de incêndio, diz INPE

Com a chegada do período mais quente do ano, a tendência é de aumento nos incêndios e queimadas.

O Estado do Piauí registrou pelo menos 561 focos de incêndio nesse mês de julho, um aumento de 120% em comparação ao mês passado, em junho, conforme os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE.

Apesar do aumento de um mês para o outro, os números são consideravelmente baixos em comparação aos que foram registrados no mesmo período do ano passado, em 2021, quando foram notificados 868 focos de queimadas apenas no mês de julho.

Com a chegada do período mais quente do ano no estado, mais conhecido como “B-R-Ó-BRÓ”, a tendência é que a incidência de focos de incêndio aumente. Somente nesses primeiros dias de agosto, 133 queimadas foram notificadas no Piauí.

Comandante do Corpo de Bombeiros faz alerta sobre queimadas

O comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, coronel José Arimatéia Rêgo de Araújo, fez um alerta sobre o período de queimadas durante entrevista à imprensa e afirmou que a corporação está empenhada em combater os focos durante o "B-R-Ó-BRÓ", no interior do Piauí.

O coronel destacou que a corporação está atuando de forma integrada com outras forças de segurança e também está trabalhando em conjunto com as prefeituras dos municípios do semiárido e do cerrado piauiense através de campanhas de conscientização sobre os riscos das queimadas.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.