GP1

Polícia

Fábio Abreu não quer comentar soltura de presos da Operação Cash

Os nove foram presos durante a Operação Cash, realizada em Teresina e Luis Correia pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), em janeiro deste ano, mas foram soltos após decisão do

A decisão do juiz Carlos Hamilton Santos, da 1ª Vara Criminal de Teresina, de soltar nove presos da Operação Cash por suspeita de envolvimento com explosões de caixa eletrônico, não foi bem vista pela sociedade.

Já o secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, procurado pelo GP1, disse que preferia não manifestar opinião com relação a essa soltura, visto que a decisão veio do judiciário. “O detalhe da soltura está entre o Ministério Público e o Judiciário, eu não vou emitir nenhuma opinião a respeito disso, até porque eles já foram soltos”, disse o secretário.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fábio AbreuFábio Abreu

Entenda o caso                                            

Os nove foram presos durante a Operação Cash, realizada em Teresina e LuÍs Correia pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), em janeiro deste ano, mas foram soltos após decisão do juiz.

Cléssio David de Melo Silva, Rafael da Costa Carvalho, John Lessa Oliveirohn Lessa Oliveira, Francisco Hudson Araújo Sousa, Lucas Paulo Santos, o “Luquinha”, José Antônio da Silva, o “Índio”, “Raimundinho Taxista”, Mário Daniel da Silva Nascimento, o “Xexeu” e Leandro de Sousa, o “Paulista”, foram liberados após perda de prazo do Ministério Público para denunciar os acusados, tornando a prisão ilegal.

A decisão dizia que não havia elementos suficientes que justificassem a prisão dos suspeitos.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.