GP1

Polícia

Acusado de matar radiologista do HGV é preso novamente pela Polícia Civil

Antônio Paulo de Oliveira responde pelos homicídios do radiologista Kleiton Ângelo Guedes Assunção Martins e do jovem Mateus Silva Mendes.

A Polícia Civil do Piauí, através do 21º Distrito Policial de Teresina, deu cumprimento a um mandado de prisão contra Antônio Paulo de Oliveira, vulgo “presídio”, pelo crime de roubo e desmanche de veículos em Teresina. Ele está preso em São Paulo e também responde pelo assassinato do radiologista Kleiton Ângelo Guedes Assunção Martins, que ocorreu na Taboca do Pau Ferrado, em dezembro de 2019.

Conforme o titular do 21º DP, delegado Odilo Sena, outros dois acusados de participação no esquema de desmanche de veículos foram presos, sendo um responsável por encaminhar as motos roubadas e outro que era proprietário de uma loja de autopeças, atuando no esquema como receptador de veículos.

Foto: Alef Leão/GP1Odilo Sena
Odilo Sena

“A investigação começou após duas motocicletas serem roubadas em março de 2020. Nós soubemos que essas motos estariam no Maranhão e entramos em contato com a Polícia Civil de lá. Então ocorreu a prisão do receptador, que revendia as motos roubadas e peças usadas. No celular dele tinha a foto de um dos elementos envolvidos no esquema, que era Antônio Paulo de Oliveira, vulgo 'Presídio', elemento extremamente perigoso, que responde por homicídio, tanto no Piauí como em São Paulo. Hoje nós concluímos essa investigação com a prisão do vulgo 'Campo Maior', que é um dos ajudantes desse grupo. A gente acredita que são mais pessoas, porque o grupo é grande”, disse o delegado.

Antônio Paulo de Oliveira está preso no Sistema Penitenciário de São Paulo e responde pelos homicídios do radiologista Kleiton Ângelo Guedes Assunção Martins e do jovem Mateus Silva Mendes, ambos ocorridos no povoado Taboca do Pau Ferrado em 2019.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriu mandado de prisão contra o acusado no dia 18 de dezembro de 2020, pela morte de Mateus Silva. Na ocasião, o DHPP informou que o suspeito é faccionado do grupo criminoso PCC.

Morte do radiologista

Kleiton Ângelo Guedes Assunção Martins, de 26 anos, foi assassinado com 9 tiros, na madrugada de 11 de dezembro de 2019, na Taboca do Pau Ferrado. De acordo com o capitão Araújo, do 8º Batalhão da Polícia Militar, populares ouviram disparos de arma de fogo por volta de 1h da madrugada e acionaram a PM, que ao chegar ao local já se deparou com a vítima sem vida.

Foto: Reprodução/Facebook Kleiton Ângelo
Kleiton Ângelo

Segundo a Polícia Civil, a vítima foi atraída para a região onde foi abordada pelos acusados, que estavam armados portando uma pistola calibre .40. Em seguida, Kleiton foi alvejado sem ter a menor chance de defesa, levando a vítima a óbito no local.

Morte de Mateus Silva

Um jovem identificado como Mateus Silva Mendes, 20 anos, foi assassinado a tiros na noite do dia 15 de julho de 2019 na porta de uma residência na Taboca do Pau Ferrado, na zona sudeste de Teresina.

Segundo o DHPP, Mateus estava na porta de sua casa quando o autor do fato chegou em uma motocicleta, momento em que a vítima correu para dentro do imóvel, mas foi alvejada por disparos de arma de fogo, ocasionando sua queda na sala da residência, momento em que o autor adentrou na casa e executou a vítima com mais disparos.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.