GP1

Política

Prefeitura de Caridade suspende contrato de R$ 2 milhões com empresa que funciona em uma sala

O Ministério Público Federal, diante dos indícios de irregularidades, enviou o ofício n°532/2013-PRM/PCS-GAB/FA ao prefeito José Lopes Filho, o Zezinho (PTB), solicitando explicações.

Imagem: Divulgação / Portal Jacobina do PiauíPrefeito Zezinho(Imagem:Divulgação / Portal Jacobina do Piauí)Prefeito Zezinho
A Prefeitura Municipal de Caridade do Piauí suspendeu por 120 dias o contrato feito com a empresa Capa Construções, Eventos e Empreendimentos Ltda contratada para implantar um sistema de abastecimento d´água no valor de R$ 2.220.892,87 (dois milhões, duzentos e vinte mil, oitocentos e noventa e dois reais e oitenta e sete centavos) com recursos da Funasa, a empresa, sediada em Juazeiro do Norte, no Ceará, funciona em uma sala. A suspensão se deu em decorrência de reportagem do GP1.

O Ministério Público Federal, diante dos indícios de irregularidades, enviou o ofício n°532/2013-PRM/PCS-GAB/FA ao prefeito José Lopes Filho, o Zezinho (PTB), solicitando explicações.

“Diante de tal situação, a municipalidade encaminhou todo o processo licitatório a Controladoria Geral da União, para analise e emissão de parecer, com o fito de que não gere lesão ao erário público”, diz o Termo de Suspensão Temporária de Execução de Serviços.

Confira trecho do termo de suspensão do contrato:
Imagem: Reprodução / GP1Trecho de suspensão do contrato(Imagem:Reprodução / GP1)Trecho de suspensão do contrato
Imagem: Reprodução / GP1Trecho de suspensão do contrato(Imagem:Reprodução / GP1)Trecho de suspensão do contrato

Vereadores se revoltam com a má administração e rompem com o prefeito

A situação do prefeito Zezinho não é nada confortável. Para piorar a situação, o grupo político de oposição ao governo municipal de Caridade do Piauí, liderado pelo empresário Antoniel de Sousa Silva, popularmente conhecido como Toninho de Caridade, recebeu um importante reforço na última terça-feira (18).
Imagem: ReproduçãoVereadores de Caridade(Imagem:Reprodução)Vereadores de Caridade
O presidente da Câmara Municipal, Leonardo de Araújo Bento (PTB) e o vereador Avilmar Leal (PMDB), que davam sustentação política ao prefeito José Lopes Filho, o Zezinho (PTB), anunciaram oficialmente o rompimento. Segundo os parlamentares, sensibilizados com a forma como vinha sendo tratada a população e com o descaso da atual administração.
Imagem: ReproduçãoLideranças(Imagem:Reprodução)Lideranças
Com a mudança, Toninho da Caridade, candidato a prefeito nas últimas eleições e líder do grupo de oposição, hoje já conta com o apoio de seis vereadores, sendo quatro eleitos por sua coligação em 2012, e outros dois que aderiram ao seu projeto na busca de melhorias para a população do município.
Imagem: ReproduçãoPresidente da Câmara Leonardo Bento(Imagem:Reprodução)Presidente da Câmara Leonardo Bento
Em entrevista, o presidente da Câmara, Leonardo Bento, filho do ex-vereador Léo, homem de forte expressividade política no município, declarou ter passado para a oposição como forma de demonstrar sua indignação com a administração do atual gestor, que não dava nenhum apoio ao Poder Legislativo quando na busca de melhorias para a população do município.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.