GP1

Política

Desembargador determina retorno de Zé Medeiros ao cargo de prefeito

A decisão do desembargador Hilo de Almeida Sousa, do Tribunal de Justiça do Piauí, foi dada nesta sexta-feira (13).

O desembargador Hilo de Almeida Sousa, do Tribunal de Justiça do Piauí, concedeu hoje (13), às 11h36min, liminar em agravo de instrumento suspendendo os efeitos do Decreto Legislativo 001/18 que cassou o mandato do prefeito de Manoel Emídio, José Medeiros da Silva (PTB), o conhecido “Zé Medeiros”.

Na decisão, o desembargador destacou dois pontos, a formação da Comissão Processante e o impedimento da vereadora Josélia de Sousa Costa.

  • Foto: Facebook/APPMPrefeito Zé MedeirosPrefeito Zé Medeiros

O voto decisivo para a cassação de Zé Medeiros foi dado pela vereadora que é esposa do vice-prefeito, que assumiria a prefeitura caso o prefeito fosse cassado.

Zé Medeiros alegou que a sessão violou o artigo 241 do regimento interno da Câmara, que impede o voto de vereadores interessados no processo.

“Partindo-se dessa premissa, verifica-se que o quórum de votos válidos teria um total de 8 (oito) vereadores e sendo exigido o voto de 2/3 deles, matematicamente resulta em no número fracionado 5,3, devendo ser considerado o número inteiro subsequente, portanto, continuaria sendo exigido o voto de 6 vereadores para a aprovação do afastamento do prefeito. Logo, é evidente que o voto da Vereadora Josélia foi decisivo para o resultado que ensejou o Decreto Legislativo nº 001/2018, aplicando-se, aqui o disciplinado pelo parágrafo único, do art. 241, do Regimento Interno”, destacou o desembargador.

O desembargador determinou o imediato retorno de Zé Medeiros ao cargo de Prefeito Municipal.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Câmara de Manoel Emídio cassa o mandato do prefeito Zé Medeiros por desvio de dinheiro

TJ suspende decisão que cassou mandato do prefeito Zé Medeiros

Desembargador José James mantém cassação do prefeito Zé Medeiros

Negado mandado de segurança ao ex-prefeito Zé Medeiros

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.