GP1

Política

Deputada Clarissa Garotinho quer transformar Ano Novo chinês em data comemorativa no Brasil

Segundo a deputada, o objetivo é aproximar Brasil e China, onde a virada de ano é celebrada entre janeiro e fevereiro.

O Projeto de Lei 300/21 inclui o Ano Novo chinês no calendário nacional de datas comemorativas. A celebração será feita entre os dias 21 de janeiro e 20 de fevereiro. A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados e é de autoria da deputada Clarissa Garotinho.

Conforme a Câmara dos Deputados, o Brasil e a maioria dos países adotam o calendário gregoriano, que leva em consideração o movimento de translação da Terra. Já o calendário chinês leva em conta as fases da Lua e a posição do Sol. Assim, explica o projeto, a virada de ano ocorre na primeira Lua Nova, observada entre janeiro e fevereiro.

Foto: Reprodução/InstagramClarissa Garotinho
Clarissa Garotinho

“A inclusão do Ano Novo chinês no calendário nacional de datas comemorativas tem como objetivo valorizar, integrar as duas nações e divulgar a cultura chinesa no Brasil”, disse a autora, deputada Clarissa Garotinho (Pros-RJ).

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.