GP1

Política

Franzé diz que Wellington Dias pode disputar Senado ou Presidência

O deputado estadual concedeu entrevista ao GP1 nessa quarta-feira (10).

Se os cenários projetados hoje pelos petistas se mantiverem até as eleições de 2022, o PT deverá ocupar duas vagas na chapa majoritária no Piauí. Uma ficaria com Rafael Fonteles na corrida para o Governo do Estado e a outra seria de Wellington Dias em uma eventual disputa pelo Senado. No entanto, o deputado estadual piauiense Franzé Silva disse, nessa quarta-feira (10) ao GP1,que é preciso ter maturidade e aguardar até as convenções.

Isso porque, Franzé levantou a possibilidade de Wellington disputar a presidência do Brasil com apoio de Lula, caso o ex-presidente da República decida não se candidatar nas eleições de 2022. Com isso, a vaga de senador da chapa majoritária do grupo liderado por Dias, ficaria livre para composição com outros aliados da base.

“Você imagina que é possível o governador Wellington Dias ser o nome do PT caso Lula não queira concorrer? É bem possível. Qual é o governador do Brasil mais projetado nacionalmente hoje? Wellington Dias. Ele é o líder dos governadores, tem trabalhado sempre pela unidade dos estados, é respeitado politicamente, muito forte no Nordeste e agora se projetando no Centro Sul", argumentou Franzé.

Foto: Lucas Dias/GP1Franzé Silva
Franzé Silva

"Então imagina que Lula não queira ser candidato pela idade, opção pessoal e queira apoiar alguém? Se Wellington Dias for candidato a presidente ou a vice em uma composição, a chapa estará aberta, então é preciso ter maturidade nesse momento. A composição de chapa é uma coisa que a gente se discute quando se está perto das convenções”, analisou o parlamentar.

O deputado estadual pontuou que os cenários para 2022 ainda não estão definidos e citou o caso do ex-presidente Lula que, após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, tornou o petista elegível e apto para o pleito do próximo ano.

“Eu tenho dito que não é hora de fazer essa discussão, nós estamos ainda bem distantes das convenções e até as convenções muita coisa muda, você imaginaria que há uma semana o ex-presidente Lula voltaria à cena e seria hoje o nome mais comentado e com maior projeção de ganhar as eleições? Ninguém fazia isso”, comparou o deputado.

Franzé Silva ainda destacou a potência do secretário da Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles, para a disputa pelo Governo do Estado em 2022, bem como a capacidade de Wellington em uma eventual disputa para o Senado Federal.

“O que nós temos que construir é uma linha de projeto em torno de uma ideia, de desenvolvimento e equilíbrio financeiro. O nome do Rafael é um nome forte e o nome de Wellington é mais forte ainda, não vejo nenhum nome que tenha capacidade de enfrentá-lo em uma disputa no Senado e a gente tem que imaginar lá na frente como adequar melhor essas forças”, ressaltou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.