Fechar
GP1

Política

Supremo Tribunal Federal retira Portal da Transparência do ar

O site continha informações sobre despesas com passagens, diárias, funcionários e prestação de contas.

O Supremo Tribunal Federal (STF) retirou o portal de transparência do ar, nessa quinta-feira (16), depois de indagações do jornal Folha de S. Paulo. O site continha informações sobre despesas com passagens, diárias, funcionários, contratos e prestação de contas.

Até a sexta-feira (17), não foi informado quando o portal seria reativado. O STF explicou que a remoção do site ocorreu porque o tribunal está atualizando a ferramenta de gerenciamento dos sistemas de dados, que não recebia atualizações desde o ano de 2015.

Conforme o Supremo Tribunal Federal, devido a esse motivo, a Corte não pôde confirmar os R$ 564 mil reportados, como gastos em diárias internacionais neste ano.


“Embora tenham sido realizados vários testes, alguns painéis apresentaram informações inconsistentes ou duplicadas”, afirmou o STF. “Por essa razão, algumas estatísticas poderão ficar indisponíveis até a correção”, completou a Suprema Corte.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.