GP1

Saúde

Bolsonaro diz que 20 milhões de doses de vacinas chegarão este mês

Entregas para este mês se referem à Coronavac e ao imunizante de Oxford. Já a farmacêutica americana prevê entregar 14 milhões de unidades até junho.
Por Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil terá mais 20 milhões de doses da vacina contra covid-19 ainda neste mês. A previsão se refere a novas entregas da Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan e a chinesa Sinovac, e o imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e a farmacêutica Astrazeneca. A declaração de Bolsonaro foi dada em entrevista no Palácio da Alvorada após a Pfizer antecipar o cronograma de entregas e fechar a remessa de 14 milhões de doses até junho.

"O contato hoje foi excepcional, eles entenderam a gravidade que o Brasil atravessa com essa nova cepa, que é interesse deles que não saia do local, né? Então isso ajudou muito nessa negociação", afirmou Bolsonaro. "Por outro lado, também teremos nesse corrente mês no mínimo mais 20 milhões de vacinas, ou seja, a nossa programação, os nossos contratos estão indo muito bem. O Brasil, se eu não me engano, já é o quinto que mais vacina em valores absolutos no mundo."

Bolsonaro admitiu que o avanço da covid-19 no País levou o governo a negociar a compra de mais doses do imunizante. O governo também se prepara para lançar uma nova rodada do auxílio emergencial. Para isso, porém, espera a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial na Câmara. O presidente disse que serão quatro parcelas, com média de R$ 250 por beneficiário.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.