GP1

Saúde

Mais de 40 crianças recebem doses da Janssen erroneamente em Pernambuco

O grupo será monitorado por trinta dias a fim de acompanhar os possíveis efeitos adversos.

O Programa Estadual de Imunização de Pernambuco (PNI-PE) informou que 41 crianças receberam, erroneamente, doses da vacina contra covid-19 da Janssen, no município de Afogados da Ingazeira, no sertão do Pajeú, em Pernambuco. O imunizante não tem autorização para aplicação no público infantil. O grupo será monitorado por 30 dias a fim de acompanhar os possíveis efeitos adversos.

O PNI-PE afirmou ter repassado as orientações necessárias à Secretaria Municipal da Saúde, para que faça o monitoramento. Informado pelo Estado, o Ministério da Saúde também acompanha o surgimento de efeitos adversos.

O programa estadual destacou que crianças que receberam o imunizante incorreto como segunda dose não precisam realizar nova aplicação - estão com o esquema vacinal completo. Já as que receberam a Janssen como primeira dose precisam comparecer ao ponto de vacinação após 60 dias, para receber a vacina pediátrica da Pfizer.

Atualmente, apenas dois imunizantes têm aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação no público infantil. A dose pediátrica da Pfizer, em crianças de 5 a 11 anos. E a Coronavac, para a faixa etária de 6 a 11 anos.

Conforme dados do consórcio de veículos de imprensa, 11,06 milhões de crianças de 5 a 11 anos (ou 53,98% do total) já haviam tomado a primeira dose da vacina contra a covid-19 até o sábado, dia 9, no Brasil. O número de crianças totalmente imunizadas é de mais de 4 milhões (19,52% do total).

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.