Colunista Celso Oliveira
GP1

Professores de São Raimundo Nonato se unem para reivindicar recursos

Manifestação de professores pelos precatórios do antigo Fundef aconteceu em São Raimundo Nonato

Aconteceu no sábado dia 20 de novembro dia da Consciência Negra o lançamento da foto oficial da campanha dos professores em busca do rateio dos precatórios do antigo FUNDEF-Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Fundamental e de Valorização do Magistério.

Os docentes das redes estadual e municipal de São Raimundo Nonato-PI realizaram o encontro e a manifestação no monumento do Cruzeiro, cartão postal da cidade.

Foto: Arquivo pessoal Celso Oliveira/WilkAmorimProfessor Wilk e colegas em movimento
Professor Wilk e colegas em movimento

O objetivo do movimento é sensibilizar gestores, tanto governo estadual quanto prefeitos para o cumprimento da Lei Federal 14057/20 que garante o rateio de no mínimo 60% dos repasses oriundos de ações judiciais que já duram décadas.

O movimento iniciado pelos professores Wilk Amorim e Neimia Nascimento de São Raimundo Nonato-PI, é organizado pelas redes sociais desde junho de 2020 ganhando força em todo o estado e no Brasil com a entrada de mais articuladores de ações estratégicas.

A força dos professores tem crescido tanto que já derrubaram um veto presidencial no congresso com esmagadora maioria, conquistada através das manifestações principalmente nas redes dos deputados e senadores, e recentemente levaram a PEC 23 ao chão caindo de 10 para apenas 3 parcelas, além de incluir no texto constitucional o direito ao rateio de 60% dos precatórios em luta.

Na rede estadual os docentes buscam a efetivação do rateio por parte do governo do estado do Piauí que tem em conta judicial valor em torno de $ 1.2 Bilhão para ser rateado com os profissionais que estavam em exercício nos anos de percas no período de 1997 a 2006. Este valor foi bloqueado pela justiça a pedido da categoria para que não corresse risco de que o governo gastasse sem efetivar o devido rateio.

Considerando a existência da lei federal já citada e a forte pressão exercida pala manifestação dos professores sobre os representantes do povo na ALEPI – Assembleia Legislativa do Estado do Piauí, a expectativa é que em breve seja definido o plano de rateio e a lei estadual do rateio.

Foto: Arquivo pessoal Celso Oliveira/WilkAmorimProfessor Wilk Amorim  e colegas de São Raimundo Nonato
Professor Wilk Amorim e colegas de São Raimundo Nonato

Em todo Brasil, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, os professores vêm se unindo ao movimento pró rateio dos precatórios do Fundef e valorização dos professores. Sindicatos, associações, comissões formais e informais, membros voluntários, estão realizando encontros de conscientização do valor e da força unida para o movimento. A união de forças de sobre maneira firme ao ponto de desencadear uma série de atos administrativos por parte dos gestores de diversas prefeituras que estão efetivando também os abonos e rateios das sobras do NOVO FUNDEB.

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.