Blog Coluna do GP1

O que você precisa saber sobre os bastidores da Política e do Poder no Piauí.

GP1

Médico Antônio Lages poderá ser candidato a prefeito em Batalha


A multa eleitoral que impedia o médico Antônio Lages a concorrer a eleições foi parcelada no início do mês de junho deste ano.

A multa foi aplicada no ano de 2001 em virtude do programa “Sopa na Mão”, instituído pelo então governador Mão Santa. Na época, a Justiça Eleitoral determinou o encerramento do programa no município de Batalha/PI e aplicou multa eleitoral a Lages, que era do mesmo partido do governador e concorria nas eleições municipais. Eleito prefeito, Antônio Lages teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

  • Foto: Facebook/Antônio LagesAntônio Lages Antônio Lages

Com o parcelamento, fica afastada a ausência de quitação eleitoral, condição de elegibilidade, estando livre para concorrer para qualquer cargo eletivo. O ex-prefeito é pré-candidato a prefeito de Batalha.

A multa foi negociada junto à Procuradoria da Fazenda Nacional.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.