Blog Opinião
GP1

Renan: a maior derrota da imprensa brasileira


. A absolvição de Renan Calheiros é a maior derrota da imprensa brasileira depois da reeleição do Presidente Lula.. A Veja, a Globo, o Estadão, a Folha e O Globo e seus inúmeros e inúteis colunistas jogaram todas as fichas na cassação.. Como ensina o professor Wanderley Guilherme dos Santos, a imprensa brasileira se transformou num partido político (clique aqui).. E jogou tudo contra um político da base de apoio ao Presidente Lula.. Renan Calheiros cometeu todos os crimes que 99,9% dos políticos brasileiros cometem.. Renan Calheiros provavelmente pagou a mulher com quem teve uma filha fora do casamento numa operação idêntica à de outro ex-senador de partido da oposição.. Sobre a operação do ex-senador, a mídia conservadora (e golpista !) se cala até hoje.. A mídia conservadora (e golpista !) foi atrás de Calheiros também porque ele é nordestino.. E a elite branca (e no caso da elite de São Paulo, também separatista) não gosta de ninguém da base aliada do Presidente Lula e muito menos se for nordestino.. Imagine se Renan Calheiros fosse do Piauí.... Renan Calheiros não é um santo.. Mas, o Senado mostrou que a mídia conservadora (e golpista !) pode enfiar a faca no pescoço do Supremo, mas não enfia a faca no pescoço do Senado.. (E de que adiantou o Supremo deixar os deputados assistirem à sessão ? Nada.). Se a mídia conservadora (e golpista !) tivesse o poder de enfiar a faca no pescoço do Senado, quantas cabeças ficariam em cima do pescoço ?. A mídia conservadora (e golpista !) agora vai dizer que Renan Calheiros não tem condições de presidir o Senado.. É porque para a mídia conservadora (e golpista !) só valem os 35 votos a favor da condenação.. O Procon tem a obrigação de interpelar a Veja, a Globo, O Globo, a Folha e o Estadão, que transformaram durante um mês e meio Renan Calheiros num cadáver e enganaram seus consumidores.Paulo Henrique AmorimJornalista

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.