Blog Opinião
GP1

No MA, PSDB cogita expulsar tucana que apóia rival


Os tucanos que voam em São Luiz (MA) não se parecem nem um pouco com os tucanos que planam sobre a cena política de São Paulo.

Tucano paulistano assiste à revoada de seus partidários em direção ao ninho ‘demo’ de Gilberto Kassab com a candura de colibri.

Na capital maranhense, quando confrontado com semelhante traição, tucano vira carcará –aquele pássaro que, nos versos da canção, “pega, mata e come”.

Chama-se João Castelo o candidato do PSDB à prefeitura de São Luiz. A despeito disso, uma vereadora tucana, Tati Palácio, resolveu apoiar o adversário Flávio Dino.

Dino, um deputado federal filiado ao PCdoB, vai às urnas coligado com o PT. Ainda assim, a vereadora Tati animou-se a dar as caras na propaganda televisiva dele.

Em conseqüência, responderá a um processo de expulsão a ser julgado pelo diretório municipal do PSDB.

A representação foi protocolada pelo advogao Celso Pinho, que disputa uma vaga de vereador pelo PSDB.

No texto, Pinho lembra que a traidora Tati Palácio não é uma tucana qualquer. Em 2006, disputou uma vaga de suplente de senadora na chapa do mesmo João Castelo que agora concorre à prefeitura.

Mais: Tati preside o PSDB Mulher, braço feminino do tucanato de São Luiz. Não é só: ele preside também o Conselho de Ética e Disciplina do PSDB no município.

“Não obstante todo o seu engajamento no PSDB”, anota Pinho na representação, “a filiada Tati Palácio, sem qualquer escrúpulo e constrangimento...”

“...Manifestou-se ontem, durante o programa eleitoral gratuito na televisão (...), no bloco destinado à coligação do PCdoB com o PT...”

Falou “...como aliada da coligação, recomendando o candidato Flávio Dino, concorrente e adversário do nosso candidato João Castelo ao cargo de prefeito de São Luís.”

Abespinhado, o tucano Pinho conclui: “A descabida conduta de Tati Palácio infringiu os princípios partidários da disciplina interna do partido...”

Infringiu também “a fidelidade partidária, devendo, por conseqüência, ser punida severamente pelo Conselho Municipal de Ética”.

Como se vê, assim como as aves do poema de Bilac, os tucanos que gorjeiam em São Luiz não gorjeiam como as de São Paulo.

Josias de Souza, Folha Online

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.