Blog Opinião
GP1

Papai, feliz aniversário!


*Lavonério Francisco de Lima

No dia 21 de junho de 2010, data de aniversário de nascimento de Newton Nunes de Lima, anestesista, médico do trabalho e militante político, é um dia a mais para brindar.
Um homem humanista, que no exercício atual da medicina do trabalho, prioriza a saúde de seus pacientes, com conduta profissional inabalada, firme em seu labor, como as rochas à beira mar.

Pertence a uma geração, em que pulsava com intensidade nas veias daqueles que tinham a verdadeira vocação para exercer a prática médica, o amor pelos ensinamentos de Hipócrates. Em sua essência humana, existe um olhar clínico, bastante apurado para a busca da cura das doenças do corpo humano.

É um exemplo a ser seguido, pelas futuras gerações de médicos e médicas piauienses, combativo e destemido, suas idéias iluminam a luta por melhores salários e condições de trabalho, para aqueles que exercem a medicina.

O auditório do Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí recebeu a denominação de Drº Newton Nunes de Lima, como um gesto de gratidão, dado pelos seus pares, que reconhecem nele, um símbolo da luta, contra a opressão à atividade laboral dos médicos na atualidade, para que não venham a exercer o seu ofício, desmotivados e agredidos em sua dignidade de vida.

Lembro quando ele ia trabalhar como anestesista na Maternidade Evangelina Rosa, no meio do caminho, sempre oferecia carona aos funcionários, que se dirigiam a pé para o trabalho na maternidade, num gesto de sensibilidade e grande apreço por aqueles que trabalhavam ao seu redor.

A grandeza de um homem é medida em atos de coragem e sabedoria, e papai, não mede esforços para agir desta forma, tanto em sua luta trabalhista em defesa dos direitos da classe médica, como no prezar pelos valores sagrados da família e também pelo grande respeito aos amigos e amigas que possui, é um cidadão da Polis de Teresina.

Que nesta data comemorativa, a grande alegria da sensibilidade do viver, esteja em plena harmonia com o universo e embora a vida seja uma passagem rápida para todos, as atitudes que engrandecem o espírito humano, realizadas aqui na Terra, geram ecos, que transpassam gerações.

A vida segue, e no correr do tempo, saber de sua plena saúde, é confortador, é a maior riqueza que tenho. Na festa de seu aniversário, o único ato que desejo realizar, é tomar uma taça de vinho do Porto com meu pai.

Resta somente, desejar vida longa e muitas felicidades, que diante de tanto brilho e perseverança, muitos passos ainda serão dados, afinal, a vida começa a partir dos sessenta anos!

*Lavonério Francisco de Lima é Sociólogo e Escritor
[email protected]

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.