Blog Opinião
GP1

Executiva do PT adota uma postura de omissão aos pedidos de intervenção nos diretórios de Parnaíba,


*Socorro Silva (socorrinha)

Nas últimas semanas a cúpula principal da Direção Estadual do PT no Piauí está se comportando como se não tivesse um lado na CAMPANHA ELEITORAL, mesmo com os resultados positivos das últimas pesquisas em favor do candidato WILSON MARTINS apoiado neste pleito pelo PT, a direção, simplesmente, ignora os pedidos de INTERVENÇÃO NOS DIRETÓRIOS DE PARNAÍBA, ALTOS, AMARANTE , CAXINGO e várias lideranças que são apoiadores do candidato do PTB.

Certamente, o apoio destes municípios fortaleceria ainda mais a campanha do Wilson Martins. A EXECUTIVA tem o poder, se assim, quiser de fazer a INTERVENÇÃO nesses diretórios, mas age de forma indiferente. O apoio e adesão destes municípios a campanha do Wilson criaria um fato novo e mudaria o jogo da campanha, fortalecendo a coligação e a defesa do nosso projeto. O PT esta perdendo a oportunidade de dar um exemplo a sociedade de unidade e fidelidade partidária, o que credenciaria ainda mais na defesa da Reforma Política.

Como dirigentes do PT temos feito nosso papel de exigir da Executiva que cumpra as resoluções de estratégia e tática eleitoral. Mesmo, com vários pedidos de intervenção e disciplinas partidária algumas figuras se esforçam para que as reuniões da executiva não aconteça, e quando tem quorum o pedido de intervenção dos municípios não entram na pauta.

Tal, conjuntura coloca o PT na vala comum aos demais partidos, cada vez mais as instâncias partidárias estão fragilizadas pelos interesses pessoais de algumas FIGURAS que são candidatos pelo PT a deputado estadual e federal e que são membros da executiva e do diretório estadual. Estes, consideram suas campanhas maiores que a majoritária de SENADOR e GOVERNADOR.

Para estes, não importa se os diretórios municipais não votam em ANTONIO JOSÉ ou em WILSON MARTINS, o importante é ter o voto e apoio destes para suas campanhas. O PT do Piauí vem dando uma aula de que ainda, esta longe de compreender o significado de PROJETO.

Outro fator, que incomoda é que o PT de Amarante, Altos e Parnaíba desafiam a Direção Estadual do PT a todo instante em cenas públicas de apoio ao candidato do PTB. São os setores os grupos mais radicais do PT, que usam uma desculpa pífia para não apoiar o Wilson Martins, esses grupos deveriam pela radicalidade apoiar o PSOL ou PSTU e não o maior grupo empresarial, que concentra o maior poder econômico do Piauí. Certamente, fator econômico tem influenciado em tal apoio destes grupos do PT, ao candidato do PTB, que todos sabemos, tem representantes e figuras conhecidas do PT, mas a DIREÇÃO DO PT se comporta como se não soubesse que são essas pessoas. Como ficaram estas figuras conhecidas do PT com a derrota amarga do candidato do PTB, que mesmo com todo poder econômico, segundo as pesquisas não chegará ao segundo turno.

Com essa postura omissa a Direção do PT sai dessa campanha sem respaldo político e força moral ética para cobrar qualquer que seja a postura de fidelidade partidária aos seus filiados, porque sua própria direção fugiu a regra, ou simplesmente, não quer tomar posição em favor de um candidato, como se não tivesse um lado.

Como membros do Diretório temos feito a nossa parte nesta eleição, zelando pelo o maior patrimônio do PT - a sua conduta ética moral. Assim, compreendemos que e lamentável a atual postura da Direção Estadual do PT que se comporta como se nada estivesse acontecendo. Será que adotará o mesmo comportamento no segundo turno? Com certeza não. Porque já saberemos o resultado das candidaturas proporcionais eleitas e não eleitas.

É verdade, que algumas pessoas já não cabem mais no PT, poque estes envolveram-se no jogo político e em práticas fisiológicas que enfraquecem o PT e sua história. Porque para estes o que vale é o jogo forte do poder econômico. Quem diria, que no PT veríamos trabalhadores apoiando o grupo empresarial Claudino. O radicalismo do grupo petista perdeu totalmente sentido ideológico e vive agora sob a lógica do poder econômico. Como ficaram estas figuras conhecidas do PT com a derrota amarga do candidato do PTB, que mesmo com todo poder econômico, segundo as pesquisa não chegará ao segundo turno.

*Socorro Silva (socorrinha), é membro do Diretório Estadual

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.