Blog Opinião
GP1

Café com Zózimo Tavares


Imagem: raimundocaze.zip.neTClique para ampliarZózimo Tavares(Imagem:raimundocaze.zip.neT)Zózimo Tavares
Encontramos Zózimo Tavares e sua companheira fazendo caminhada no calçadão da praia de Ponta Negra, tendo ao fundo o Morro do Careca, num belo cair de tarde num dia de domingo. O casal entrou no carro, e fomos mostrar a paisagem da bela capital potiguar aos visitantes.

Seguindo pela via costeira, passamos pela ponte da Redinha e ao longe se via todo o esplendor do Forte dos Reis Magos, que com mais de 400 anos de história, é o guardião da cidade por séculos, construído na foz do rio Potengi no encontro com o mar.

Zózimo um observador sagaz da realidade social cotidiana, fazia análises sócio-cultural sobre a terra potiguar, porém no berço do mestre Câmara Cascudo, a cautela prevaleceu.

O jornalista com toda a sua sensibilidade política simboliza o Estado do Piauí, e por onde quer que ande, está sempre em processo de reflexão sobre as contradições sociais da terra de Torquato Neto. Com coragem e tenacidade busca compreender a estrutura social de oligarquias que fazem, desfazem e refazem o Piauí de forma vitalícia, com sucessivos governos de incapazes, mergulhados num mar de corrupção.

Imagem: DivulgaçãoClique para ampliarLavonério Francisco de Lima(Imagem:Divulgação)Lavonério Francisco de Lima
Nossa conversa foi no Café São Braz, no shopping Midway, tomamos um café italiano, ao mesmo tempo, em que eram relatados fatos recentes da política piauiense e nacional. Sobretudo, em relação ao desastre da administração do governo petista no Estado que deixou um saldo negativo em obras inacabadas e também sobre a prefeitura de Teresina, comandada atualmente por um prefeito de menor graduação política.

Geralmente, livros, cafés e vinhos das melhores safras, fazem parte do cenário de encontros entre escritores em qualquer parte do mundo, como forma de celebração da vida e da arte de escrever, são momentos especiais, como a grandeza de constelações em formação, ficaram as melhores lembranças.

Fomos presenteados com o livro: “Atentai bem! Assim falou mão santa”, de autoria do pensador da terra da cajuína e o presenteamos com uma garrafa de vinho chileno Casilheiro Del Diablo, de nossa adega.

Esperamos que, a cidade das dunas tenha proporcionado belas impressões para os ilustres visitantes. Com passagem rápida como um cometa, deixaram saudades na terra do sol nascente que sempre estará de portas abertas para recebê-los.

*Lavonério Francisco de Lima
[email protected]
Membro da Associação Nacional de Escritores-ANE

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.