Blog Opinião
GP1

A Patacoada


*Zé da Cruz

Imagem: Wanessa Gommes/GP1Zé da Cruz(Imagem:Wanessa Gommes/GP1)Zé da Cruz

E aí galera, cheguei!!! Voltei para acabar com a mesmice e a idiotice crônica, baseado em fontes históricas do principio messiânico do absurdo. Gostaram da minha veia raulseixal? pois bem, para mim como já disse bem aqui, escrevendo essas mal fadadas linhas tiro certo, não boto certo. Precisamos, como disse rauzito, reclamar.

Fui para a votação da reforma administrativa onde foram criados um bocado de cargos e de benesses propostas pelo mandatário municipal. Meninos, eu vi, e lembrei a música que os Paralamas do Sucesso fizeram em homenagem aos parlamentares em Brasília. Me veio à memória o trecho da belíssima e justa letra:” Luiz Inácio falou, Luiz Inácio avisou são trezentos picaretas com anel de doutor”.

Gente, desculpe eu dizer, mas essa renovação na Câmara foi “peba”, “de nelso”, “de abdia”, “ de migué”. Ver de novo a belzebu de saia que comprou voto, trocou, enganou, trapaceou, enroolou e um bocado de “ou” babando pra pegar um peito. Dizem as boas línguas que a tucanada não quer ver ela nem pintada por Leonardo da Vinci. Por não atingir o coeficiente eleitoral estipulado, junto com seu comparsa no Parque Dagmar Mazza na zona sul da cidade, ela tirou a academia da praça daquele bairro e levou para o lixão. Sob protestos fortíssimos e denúncia da população teve que botar tudo de volta no mesmo lugar. Toma, pensa que ainda é dona do mundo.

Aquela vereadora que de verde só tem as lentes de contato enganou mais um bocado e passou de novo. Como é que não consegue com o” vento” pra gastar?. O do chocalho faz qualquer posição do livro do Vatsyayana dependendo da conversa e da berada. O cara de barroca que até já assumiu um cargo também voltou. Gente, pelo amor de Deus ele tinha que, no mínimo, estar era em uma penitenciária no Acre. Espero que com esse mau exemplo, a juventude não pense que o crime compensa.Aquele que inventou a iluminação parece que deu foi um apagão não fala nada com coisa nenhuma.

A vereadora da lei do fumo de rolo escapou fedendo é mais fraca que a Câmara de Combate ao Crack. O príncipe, agora presidindo aquela casa, é o que tem de mais retrógado, reacionário e tudo de ruim que vocês e eu possamos imaginar. Só foi eleito porque o égua do Beto foi se meter a sair candidato a prefeito. Se achando importante, não percebeu que aquilo foi só manobra do cara de bacalhau para o sobrinho não perder a eleição. Tão logo passaram as eleições foi descartado, alijado, dispensado na cara de pau pelo cara de “tanjo”, e mais, foi tirado como Judas e tomou no rego.

Mas por falar em traição, o pior ainda está por vir, os vereadores novatos eleitos prometendo mudanças já esqueceram as promessas, e pelo que eu vi, duvideodó como a maioria deles já recebeu as trinta moedas de ouro, do rei Herodes, e com certeza não irão dizer a frase histórica: “tome essas malditas moedas que me queimam as mãos”, e muito menos se enforcarão como fez o traidor original. Arrependimento, como sempre, só da parte do povo.

Diante da votação da tal reforma, os novatos não deram sequer um grunhido. Só quem pinotou foi a belzebu e a do verde porque ninguém quer elas no Palácio da Cidade. O vereador peso pesado que vem dos movimentos sociais também protestou, e conseguiu um terço dos votos a favor de uma audiência pública para esclarecer o grau de nocividade da reforma. Infelizmente, foi”tratorado”

Com a reforma, a primeira medida do senhor prefeito foi acabar com a Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, e criar um bocado de cargos, a peso de ouro, inclusive 12 no seu gabinete. Pelo valor só pode ser os doze apóstolos de Cristo. Dos quase três bilhões aprovados pela Câmara para torrar, o prefeito esmolou oitocentos mil para regularização fundiária. Resumindo: de um mar ele tirou uma gota d’água que não dá nem pra bater o centro. Do jeito que vai indo, espero que ele não comece a cortar cabeças e a crucificar o povo principalmente o mais humilde e mais pobre. Aliás, isso já começou: enquanto eu estou digitando esse texto tá sendo cumprida uma liminar de despejo em uma vila pobre de Teresina como todo mundo sabe a policia não foi nada el mano.

Mas, como a esperança é a última que eles matam, me fortaleço na luta e como todo bom brasileiro não desisto nunca. Viva a reforma urbana!!! Esse ano iremos lutar pela regularização fundiária já, e para quem não bota fé eu entro no ritmo de carnaval: alalaôôÔôÔô mais que calôôôôô...........

* Zé da Cruz
Poeta e liderança comunitaria

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.