Fechar
GP1

Brasil

Tragédia do Rio Grande do Sul: sobe para 161 o número de mortos

Cerca de 2 milhões de pessoas foram diretamente atingidas pelas chuvas e 85 continuam desaparecidas.

De acordo com o boletim da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, divulgado na manhã desta terça-feira (21), o número de pessoas mortas em decorrência das fortes chuvas no estado subiu para 161. Além disso, 581 mil pessoas estão desalojadas e 85 pessoas continuam desaparecidas.

No total, 464 municípios seguem sendo afetados pela tragédia. Os municípios de Pelotas e Rio Grande estão em estado de calamidade pública desde o aumento de nível da Lagoa dos Patos. Ainda de acordo com o boletim, até agora há aproximadamente 82 mil pessoas resgatadas e 806 feridas.

Cerca de 2 milhões de pessoas foram diretamente atingidas pelas chuvas no Rio Grande do Sul. Até o momento, mais de 12 mil animais foram resgatados.


Três conjuntos de bombas flutuantes de alta capacidade chegaram ao Rio Grande do Sul e foram instaladas em uma velocidade recorde. Elas operam para auxiliar os trabalhos de drenagem das áreas alagadas no estado.

Uma das 18 bombas foram enviadas pelo estado de São Paulo está em funcionando em Porto Alegre. Com a instalação, a expectativa é de que a água na região do bairro Sarandi comece a sair. Outro equipamento começou a funcionar na madrugada dessa segunda-feira, em Canoas, e, desde o fim de semana, outros dois atuam, um em Canoas também e outro em Porto Alegre.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.