Firmino Filho quer beneficiar grandes empresários em licitação de R$ 34 milhões

- atualizado

Possui fortes indícios de direcionamento a licitação a ser realizada pelo prefeito Firmino Filho, através da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos da Prefeitura de Teresina, que tem como objeto "a ampliação da central de operação de trânsito e transportes em CFTV (circuito fechado de TV) na zona urbana".

O pregão presencial n° 03/2019 – STRANS tem o valor estimado em R$ 34.413.235,60 (trinta e quatro milhões, quatrocentos e treze mil, duzentos e trinta e cinco reais e sessenta centavos) e está marcado para amanhã (23).

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Firmino Filho Firmino Filho

O edital restringe a participação de pequenos e médios fornecedores por não dividir o objeto da licitação e é alvo de diversas impugnações.

A adjudicação por itens, nos termos do art. 23, § 1º, da Lei 8.666/1993 e da Súmula/TCU 247, quando o objeto é divisível e não há prejuízo para o conjunto a ser licitado, é obrigatória.

A Súmula nº 247 do TCU dispõe que, “é obrigatória a admissão da adjudicação por item e não por preço global, nos editais das licitações para a contratação de obras, serviços, compras e alienações, cujo objeto seja divisível, desde que não haja prejuízo para o conjunto ou complexo ou perda de economia de escala, tendo em vista o objetivo de propiciar a ampla participação de licitantes que, embora não dispondo de capacidade para a execução, fornecimento ou aquisição da totalidade do objeto, possam fazê-lo com relação a itens ou unidades autônomas, devendo as exigências de habilitação adequar-se a essa divisibilidade”.

Acorda Ministério Público e Tribunal de Contas!

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811