GP1

Coronavírus no Piauí

Sejus aumenta a produção de máscaras na Penitenciária Feminina

As reeducandas já confeccionam cerca de 240 máscaras por dia.

Com o objetivo de fortalecer o combate ao coronavírus, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) expandiu a produção de máscaras de proteção na Penitenciária Feminina de Teresina, realizada pelas reeducandas da unidade penal. A fabricação das máscaras envolve desde o corte, costura até o acabamento. A ação incentiva também o trabalho dentro do presídio.

Para a interna Márcia Fernanda, o trabalho é uma experiência nova e gratificante. “Sabemos que estamos ajudando hospitais, órgãos e pessoas que necessitam dessas máscaras, devido à epidemia. Trabalhando aqui, esquecemos o sofrimento de estarmos dentro da cela e buscamos a remição da pena para irmos embora”, diz.

Com a ampliação da fabricação, são 28 máquinas de costura, cinco delas cedidas pela Secretaria Estadual da Assistência Social (SASC), e diversos insumos fornecidos pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SDE), como linhas e tecidos. As reeducandas já confeccionam cerca de 240 máscaras por dia.

A gerente da Penitenciária, Cristiane Praga, ressalta os cuidados com a higienização antes, durante e após a produção. “É feita toda uma higienização, diariamente. As reeducandas sempre estão utilizando o álcool em gel. As máscaras e toucas são elementos obrigatórios. Além disso, temos uma equipe responsável apenas pela a higienização das máscaras”, explica.

Segundo o Secretário de Justiça, Carlos Edilson, trata-se de uma iniciativa de grande relevância para o combate à COVID-19. “Não somente uma ação extremamente importante para prevenirmos a transmissão do vírus no nosso sistema prisional, mas também uma oportunidade valiosa de trabalho para essas reeducandas, pois, a cada três dias trabalhados, um dia é reduzido de suas penas”, ressalta.

Como forma de prevenir o contágio do coronavírus nos estabelecimentos penais, a Secretaria de Justiça suspendeu as visitas presenciais nos presídios do estado. Durante esse período, a Sejus está garantindo, diariamente, reforço na alimentação e produtos de higiene aos detentos, bem como realizando limpezas nas unidades. As equipes de Saúde Prisional também acompanham as rotinas de prevenção, higiene e cuidado nos presídios.

Além disso, a Sejus está implantando as visitas virtuais nas unidades penais, na qual, através de um aplicativo de videochamada, o detento se comunica com os seus familiares. A ferramenta é inédita no estado e já acontece em 16 das 17 unidades prisionais do Piauí.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.