GP1

Coronavírus no Piauí

Trinta pacientes de Manaus com covid-19 serão transferidos para Teresina

O transporte será feito pelo avião da Força Aérea Brasileira (FAB). A previsão é que os pacientes cheguem ao Aeroporto Senador Petrônio Portella às 18h.

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU/UFPI) vai receber, nesta quinta-feira (14), 30 pacientes de Manaus, capital do Amazonas, infectados com covid-19. O transporte será feito pelo avião da Força Aérea Brasileira (FAB). A previsão é que os pacientes cheguem ao Aeroporto Senador Petrônio Portella às 18h.

Durante entrevista ao GP1, o médico Gilberto Albuquerque, presidente da Fundação Municipal de Saúde, informou que a Prefeitura de Teresina dará todo o suporte relacionado à logística. "Todos eles irão para o HU, são 30 pacientes", declarou.

Foto: Lucas Dias/GP1Hospital Universitário da UFPI
Hospital Universitário da UFPI

"Já organizamos a logística de recebimentos dos pacientes. Ambulâncias avançadas, equipe de triagem, oxigênio, máscaras, cadeiras de rodas, apoio de transporte. O Hospital Universitário irá receber os pacientes", detalhou o médico.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) municipal será o responsável pela remoção dos pacientes do aeroporto para o HU. Foram disponibilizadas 9 ambulâncias, sendo duas de suporte avançado, e três de suporte básico e uma de suporte intermediário para fazer a transferência, além de uma van do Hospital Universitário. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) também providenciou duas ambulâncias para esse transporte, uma básica e outra avançada.

O Centro de Operações em Emergências (COE) municipal também está envolvido no recebimento dos pacientes.

Crise no Amazonas

O estado do Amazonas vive a segunda onda da covid-19 e os hospitais de Manaus estão à beira do colapso por conta do aumento descontrolado no número de infectados. Até esta quarta-feira (13), mais de 219 mil pessoas foram infectadas pela covid em todo o estado, e mais de 5,8 mil morreram com a doença. Em Manaus, o número de mortes passa de 3,8 mil.

De acordo com a prefeitura, nesta quarta-feira, 143 enterros aconteceram nos espaços públicos e 55 em cemitérios privados. Entre as causas das mortes, 87 foram declaradas como Covid.

A Justiça Federal do Amazonas mandou suspender a realização do Enem no Estado até o fim do estado de calamidade pública decretado pelo governador Wilson Lima (PSC).

FMS

Em nota, a assessoria da Fundação Municipal de Saúde informou que foi o próprio ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, foi quem entrou em contato com o presidente Gilberto Albuquerque informando que enviaria os pacientes. Confira abaixo a nota na íntegra:

Equipes do Ministério da Saúde estão em Manaus (AM) remanejando pacientes COVID para cidades brasileiras que tem suporte em saúde para recebe-los. Ao todo 30 pacientes chegarão em Teresina às 13 h no Aeroporto Senador Petrônio Portella, em avião da Força Aérea Brasileira.

Na madrugada desta quinta-feira (14) o ministro da saúde, Eduardo Pazuello, entrou em contado com o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, informando que enviaria os pacientes COVID para Teresina.

“Já organizamos a logística de recebimentos dos pacientes. Ambulâncias avançadas, equipe de triagem, oxigênio, máscaras, cadeiras de rodas, apoio de transporte. O Hospital Universitário irá receber os pacientes”, informou Gilberto Albuquerque.

São 11 ambulâncias disponibilizadas para o transporte dos pacientes, sendo duas avançadas e nove básicas. “Os pacientes são clínicos. Faremos a triagem deles ainda dentro do avião para analisarmos o quadro de saúde antes de realizarmos o transporte”, diz Gilberto.

Nova variante

Na terça-feira (12), uma nova variante do coronavírus que causa a covid-19 foi encontrada no Amazonas, segundo informações divulgadas pela Fiocruz Amazônia.

Trata-se da mesma variante que chegou ao Japão após viajantes passarem pelo Amazonas. Ainda conforme o pesquisador e vice-diretor da instituição, Felipe Naveca, o vírus apresenta uma série de mutações vistas pela primeira vez.

No domingo (10), o governo japonês anunciou que as autoridades de saúde do país encontraram a variante do vírus em quatro viajantes que estiveram no Amazonas e voltaram ao Japão em 2 de janeiro.

Pará proíbe entrada de pessoas do Amazonas

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), postou em seu Twitter, nesta quarta-feira (13), que vai proibir a circulação de embarcações com passageiros entre o Amazonas e o Pará. Segundo o anúncio, é uma medida preventiva para conter o contágio do novo coronavírus e assim frear o avanço da pandemia no estado.

Confira abaixo o decreto ou clicando aqui

Foto: Reprodução/DOEDecreto do governador do Pará
Decreto do governador do Pará

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.