GP1

Coronavírus no Piauí

Wellington Dias não decidiu sobre suspensão das festas de fim de ano

O chefe do executivo ressaltou que foi aberto um diálogo no Fórum dos Governadores sobre o assunto.

O governador Wellington Dias (PT) afirmou na noite desta segunda-feira (29), que ainda não decidiu sobre a suspensão da realização de festas de fim de ano no estado do Piauí.

O chefe do executivo piauiense ressaltou que foi aberto um diálogo no Fórum dos Governadores, mas a discussão sobre o tema ainda não foi finalizada. “Abrimos um diálogo no Fórum dos Governadores, ainda não encerrado”, afirmou o governador.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Governador Wellington Dias
Governador Wellington Dias

Wellington Dias esclareceu ainda que a Expoapi, evento que será realizado entre os dias 5 e 12 de dezembro, está sendo acompanhada de perto pelas equipes de saúde. “Expoapi foi um dos três eventos testes e está sendo acompanhada pelas equipes de saúde do Estado e Município”, garantiu o chefe do executivo piauiense.

Decreto

No decreto assinado por Wellington Dias no último domingo (28), continua permitida a realização de atividades e eventos esportivos, culturais, sociais e artísticos, com público admitido de até 50% da capacidade em locais abertos; em espaços semiabertos, o público máximo deve ser de até 500 pessoas e em espaço fechado, o público máximo deve ser de até 200 pessoas, que devem apresentar comprovante de vacinação ou teste negativo da Covid-19, realizado 48 horas antes do evento.

Também está permitida a permanência de pessoas em espaços públicos abertos de uso coletivo, como parques, praças, praias e outros, condicionada a obediência aos protocolos de saúde, especialmente quanto ao uso obrigatório de máscaras e distanciamento mínimo.

O decreto vale do dia 29 de novembro de 2021 a 02 de janeiro de 2022.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.