GP1

Coronavírus no Piauí

Colégio Diocesano suspende aulas por suspeita de covid-19 em alunos

“Os sintomas são leves e as famílias já têm orientações médicas para realização do teste de comprovação ou não das suspeitas”, diz trecho do documento.

O Colégio Diocesano, localizado no Centro de Teresina, suspendeu as aulas presenciais de uma turma, a partir desta terça-feira (02), porque dois alunos apresentaram suspeita da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Em comunicado aos pais, responsáveis e funcionários, o colégio relatou que foi informado, na segunda-feira (01), que dois alunos do 8º ano A, do Ensino Fundamental, manifestaram suspeita de covid-19, e que desde que apresentaram os sintomas, eles não mais participaram das atividades presenciais.

Foto: Lucas Dias/GP1Instituto Diocesano
Colégio Diocesano

“Os sintomas são leves e as famílias já têm orientações médicas para realização do teste de comprovação ou não das suspeitas”, diz trecho do documento.

Consta ainda que o retorno presencial deverá ocorrer no dia 15 de fevereiro com o grupo 2 de estudantes, caso haja a confirmação da covid-19 ou no dia 8 de fevereiro, com o grupo 1, caso não seja confirmada a doença.

Confira abaixo o comunicado

Foto: ReproduçãoComunicado do Colégio Diocesano
Comunicado do Colégio Diocesano

Outro lado

Em nota, o Colégio Diocesano informou que os sintomas sentidos pelos alunos são leves e que as aulas retornarão após o resultado da testagem de ambos os estudantes.

Confira a nota na íntegra:

ESCLARECIMENTO

No início desta semana, o Colégio Diocesano foi informado de que dois estudantes manifestaram suspeita para Covid-19. Conforme orientado em nosso Protocolo, tão logo apresentaram os sintomas, os estudantes não mais participaram das atividades escolares de forma presencial. Os sintomas apresentados são leves e as famílias já têm orientações médicas para realização do teste de comprovação ou não das suspeitas.

Considerando esses fatos, observamos o que dispõe o item 27, Situação 1, do Protocolo Específico 001, 2021, anexo único do Decreto no 19.429 de 8 de janeiro de 2021: 27. A escola deve observar as situações de alerta e ações para suspensão temporária das aulas presenciais. [...]. A ocorrência de caso de COVID-19 deverá seguir os tramites de notificação e adotar ações conforme as seguintes situações:

• Situação 1 – Ocorrência de um ou mais casos suspeitos ou confirmados no qual os envolvidos convivam na mesma sala de
aula e não tenham tido contato com outras turmas: Atuação da escola frente à situação: as aulas presenciais nessa sala serão suspensas por duas semanas (14 dias); e todos os contatos próximos deverão ser monitorados durante esse período.

Atendendo, portanto ao que indica o Protocolo, e fieis ao compromisso de cuidado integral com nossos estudantes, colaboradores e famílias, as aulas presenciais da turma ao qual os estudantes fazem parte, estão temporariamente suspensas e sendo ministradas exclusivamente no formato remoto. O retorno às aulas presenciais só será comunicado após o resultado da testagem de ambos os alunos.

Uma vez que os alunos retornaram na última semana, não há base para apontar que o possível contágio ocorreu dentro do ambiente do Colégio. Seguimos mantendo à risca todas as orientações de biossegurança estabelecidas pelos órgãos oficiais de saúde como a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Secretaria do Estado do Piauí e a Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.