GP1

Coronavírus no Piauí

Ministério Público do Piauí lamenta morte do promotor Eliardo Cabral

Ele atuou durante 26 anos no Ministério Púbico Estadual tendo se aposentado em 2015.

O Ministério Público do Estado do Piauí emitiu nota na noite desta segunda-feira (1º), lamentando o falecimento do promotor de Eliardo Cabral, devido a covid-19.

Segundo a nota do Ministério Público, Eliardo Cabral ingressou na carreira ministerial em novembro de 1988. Ele se aposentou como o então titular da 15ª Promotoria de Justiça de Teresina, do Núcleo do Tribunal do Júri.

“Nossa instituição transmite condolências aos familiares e amigos enlutados, rogando para que a fé, o amor e a união confortem seus corações”, diz a nota.

Morte de Eliardo Cabral

Eliardo Cabral deu entrada na UPA do Satélite, encaminhado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), por volta de 11h, com quadro de insuficiência respiratória. Logo em seguida, o paciente foi submetido ao teste de covid-19, que deu positivo para a doença.

Por volta de 12h45, Eliardo Cabral acabou não resistindo e faleceu na unidade de saúde.

Ele atuou durante 26 anos no Ministério Público Estadual tendo se aposentado em 2015. Eliardo ficou conhecido juntamente com o promotor Ubiraci Rocha por atuarem no caso da estudante Fernanda Lages, encontrada morta em agosto de 2011, no canteiro de obras do prédio do Ministério Público Federal, na zona leste da capital.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.