GP1

Coronavírus no Piauí

Teresina zera fila de espera por leitos clínicos, diz Gilberto Albuquerque

Houve queda também no número de pacientes à espera por leitos de UTI Covid.

A fila de espera por leitos clínicos de pacientes com covid-19 em Teresina zerou na tarde desta terça-feira (13). A informação foi confirmada pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, que comemorou também a queda no número de pacientes à espera por leitos de UTI, que chegou a 25 pacientes.

De acordo com Gilberto Albuquerque, os dados são reflexos das medidas adotadas durante todo o mês de março, que permitiram a diminuição no número de pessoas em busca de atendimento médico em função de complicações da covid-19.

“Reduziu muito o número de pessoas na fila. Agora pela tarde, nós só tivemos apenas 25 pacientes na fila de UTI e na fila por leitos clínicos não tem mais ninguém, mas eu fico preocupado com as pessoas em começar a se descuidar. É claro, que se nós não mantivermos as medidas de segurança nós vamos ter a mesma situação daqui a dois meses, mas se a gente continuar adotando o distanciamento social, usando máscara, mantendo os cuidados com limpeza das mãos, mesmo que lentamente, essa situação vai se resolvendo”, reforçou.

Foto: Lucas Dias/GP1Gilberto Albuquerque
Gilberto Albuquerque

O presidente lembrou que o estado do Piauí atingiu o pico do número de mortes nesta segunda onda da pandemia de covid-19. Segundo ele, a perspectiva é que nas próximas duas semanas a taxa de óbitos caia, passando a alcançar o patamar anterior aos meses de fevereiro e março, que apresentaram maior número de crescimento de casos. “Nós estamos no pico e o platô dura em média uma semana e meia a duas semanas, então nós teremos ainda os números em alta nas próximas semanas”, ampliou.

Vacinação do público de 66 anos

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está trabalhando nesta semana com a aplicação da segunda dose das vacinas e espera receber mais um lote de vacinas para poder iniciar a imunização dos idosos com 66 anos, que ainda não teve início. “Nós usamos a reserva técnica para aplicar a primeira dose, só que agora temos que fazer a segunda dose, é tanto que na semana anterior e, nessa agora, nós aplicamos a segunda dose, mas nesta semana, na quinta ou sexta-feira, vem algumas vacinas para aplicação da primeira dose nos idosos de 66 anos, isso não é nem uma previsão, mas uma perspectiva apesar da pouca quantidade”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.