GP1

Coronavírus no Piauí

Sesapi inicia distribuição de doses para vacinar professores

Pelo menos 10% do grupo deve ser imunizado na primeira fase da vacinação de trabalhadores da educação.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) afirmou nesta quinta-feira (27) que 10% do grupo de trabalhadores da Educação deve ser imunizado contra a covid-19 no Piauí com a 1ª dose da vacina. A decisão foi tomada através de reunião da Câmara Técnica de Vacinas do Piauí.

De acordo com o Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, o Piauí conta com 53.274 pessoas a serem imunizadas neste grupo. Levando em consideração a porcentagem de 10% que vai ser imunizada na 1ª fase, serão pelo menos 5.327 trabalhadores de Educação do Piauí a receberam a 1ª dose da vacina.

Foto: Lucas Dias/GP1Florentino Neto
Florentino Neto

Segundo o secretário de Saúde, Florentino Neto, a ideia é que a primeira remessa de distribuição das vacinas para o grupo seja entregue aos munícipios nesta sexta-feira (28), podendo as prefeituras iniciarem a imunização do grupo a partir do dia 1º de junho.

“Durante esses dias 27 e 28 estaremos distribuindo 10% das doses suficientes para suprir a estimativa dos trabalhadores da educação que atuam no ensino básico aqui no estado, e a partir do dia primeiro de junho teremos esses profissionais começando a serem imunizados contra a covid-19”, explicou o Secretário de Saúde.

A Sesapi irá encaminhar nota técnica aos municípios orientando sobre o início da imunização de todos que se enquadrarem no grupo de trabalhadores da Educação. A vacinação deverá acontecer por ordem decrescente de idade, iniciando em trabalhadores de 59 anos a 55 anos e seguindo as demais idades conforme a imunização for avançando, até atingir a cobertura completa do grupo.

“A nota técnica explicativa também conterá orientações sobre detalhes para este momento da imunização. Entre as orientações está que os munícipios que já iniciaram a vacinação contra influenza para professores deverão ficar atentos, e somente iniciar a oferta da vacina contra a covid-19, para esses profissionais, após respeitar o período de 14 dias, prazo orientado pelas entidades de saúde para aplicação da vacina de influenza e vacina da Covid-19 em uma mesma pessoa”, ressaltou Cristiane Moura Fé, Diretora de vigilância em saúde.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.