GP1

Coronavírus no Piauí

Tribunal de Justiça do Piauí suspende atividades presenciais por 7 dias

As atividades ficarão suspensas do dia 24 ao dia 30 de janeiro, devido ao aumento de casos de covid.

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), desembargador José Ribamar Oliveira, assinou portaria nesta sexta-feira (21), suspendendo as atividades presenciais do poder judiciário no período compreendido entre os dias 24 e 30 de janeiro. A justificativa seria o aumento nos casos da covid-19 e de gripe no estado.

Segundo a portaria, no período já mencionado cada unidade judiciária ou administrativa do TJ-PI contará com apenas um funcionário trabalhando presencialmente. Os demais ficarão no trabalho remoto.

Foto: Lucas Dias/GP1Desembargador José Ribamar Oliveira
Desembargador José Ribamar Oliveira

“Os magistrados, servidores, auxiliares, terceirizados, colaboradores e estagiários que já estiverem plenamente vacinados estarão aptos a participar da escala”, consta no documento.

Atendimentos presenciais de urgência

Ainda de acordo com a portaria, atendimentos presenciais de urgência deverão ser realizados com horário marcado, de modo a não ultrapassar dois atendimentos por hora, com espaço de 20 minutos entre eles, para que o ambiente seja limpo, sendo vedado o ingresso no recinto de quem não estiver sendo atendido.

Acesso de advogados

“Fica assegurado o acesso dos advogados, defensores públicos e membros do Ministério Público aos prédios do Poder Judiciário do Estado do Piauí, mediante prévio agendamento de atendimento presencial de urgência, devendo ser respeitado o distanciamento estabelecido pela Organização Mundial de Saúde”, diz a portaria.

Confira a portaria abaixo ou clicando aqui

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.