GP1

Eleições 2022

Bolsonaro é o pré-candidato mais rejeitado, aponta Instituto GP1

Em segundo lugar aparece, o pré-candidato do Partido dos Trabalhadores, o ex-presidente Lula, com 12,78%.

O pré-candidato à reeleição para presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), lidera pesquisa do Instituto GP1 com o maior índice de rejeição na disputa pelo Palácio do Planalto. Ele tem 57,65% e em segundo lugar aparece o ex-presidente Lula, do PT, com 12,78%.

O ex-ministro e ex-juiz, Sérgio Moro (PODEMOS), está em terceiro lugar com 4,96% de rejeição. Logo em seguida aparecem o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 3,22%, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) com 3,13% e Cabo Daciolo (BRASIL 35) com 1,74%.

Foto: Reprodução/InstagramJair Bolsonaro, Lula e Sérgio Moro
Jair Bolsonaro, Lula e Sérgio Moro

Na 7º posição aparece o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM) com 1,13%, seguido do senador Rodrigo Pacheco (PSD) com 1,04%, o cientista político Luiz Felipe d’Avila com (NOVO) com 0,43%, senadora Simone Tebet (MDB) com 0,35% e o senador Alessandro Vieira (CIDADANIA) com 0,26%.

Se a eleição fosse hoje, em qual destes candidatos você não votaria de jeito nenhum para presidente?
  • Jair Bolsonaro (Sem partido)
    Jair Bolsonaro (Sem partido)
    57,65%
  • Lula (PT)
    Lula (PT)
    12,78%
  • Sérgio Moro (PODEMOS)
    Sérgio Moro (PODEMOS)
    4,96%
  • João Doria (PSDB)
    João Doria (PSDB)
    3,22%
  • Ciro Gomes (PDT)
    Ciro Gomes (PDT)
    3,13%
  • Cabo Daciolo (BRASIL 35)
    Cabo Daciolo (BRASIL 35)
    1,74%
  • Luiz Henrique Madetta (DEM)
    Luiz Henrique Madetta (DEM)
    1,13%
  • Rodrigo Pacheco (PSD)
    Rodrigo Pacheco (PSD)
    1,04%
  • Luiz Felipe d'Avila (NOVO)
    Luiz Felipe d'Avila (NOVO)
    0,43%
  • Simone Tebet (MDB)
    Simone Tebet (MDB)
    0,35%
  • Alessandro Vieira (CIDADANIA)
    Alessandro Vieira (CIDADANIA)
    0,26%
  • Nenhum / Nulo / Branco
    9,05%
  • Não sabe/Não respondeu
    4,26%
Fonte: Instituto GP1 de Pesquisa

Os entrevistados que disseram votar em nenhum/nulo/branco somaram 9,05%. Já 4,26% afirmaram que não sabiam ou preferiram não responder em quem não votariam de jeito nenhum.

Votos válidos

Considerando apenas os votos válidos, quando são excluídos da pesquisa os votos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos, a rejeição de Bolsonaro sobe para 66,50%, Lula vai para 14,74%, seguido de Sérgio Moro com 5,72%, João Doria 3,71%, Ciro Gomes com 3,61%, Cabo Daciolo com 2,01%, Mandetta com 1,30%, Rodrigo Pacheco com 1,20%, Felipe d’Avila com 0,50%, Simone Tebet com 0,40% e Alessandro Vieira 0,31%.

Se a eleição fosse hoje, em qual destes candidatos você não votaria de jeito nenhum para presidente? (Votos válidos)
  • Jair Bolsonaro (Sem partido)
    Jair Bolsonaro (Sem partido)
    66,50%
  • Lula (PT)
    Lula (PT)
    14,74%
  • Sérgio Moro (PODEMOS)
    Sérgio Moro (PODEMOS)
    5,72%
  • João Doria (PSDB)
    João Doria (PSDB)
    3,71%
  • Ciro Gomes (PDT)
    Ciro Gomes (PDT)
    3,61%
  • Cabo Daciolo (BRASIL 35)
    Cabo Daciolo (BRASIL 35)
    2,01%
  • Luiz Henrique Madetta (DEM)
    Luiz Henrique Madetta (DEM)
    1,30%
  • Rodrigo Pacheco (PSD)
    Rodrigo Pacheco (PSD)
    1,20%
  • Luiz Felipe d'Avila (NOVO)
    Luiz Felipe d'Avila (NOVO)
    0,50%
  • Simone Tebet (MDB)
    Simone Tebet (MDB)
    0,40%
  • Alessandro Vieira (CIDADANIA)
    Alessandro Vieira (CIDADANIA)
    0,31%
Fonte: Instituto GP1 de Pesquisa

Ficha Técnica

A pesquisa foi realizada nos dias 16, 17, 18 e 19 de novembro, e está sob responsabilidade da estatística Thaynara Thalessa Araújo. Ao todo, foram entrevistados 1.150 eleitores distribuídos em 56 municípios do Piauí, contemplando todas as regiões do estado.

As entrevistas foram feitas de forma presencial em domicílios dos eleitores com idade a partir dos 16 anos, observando os critérios de sexo, faixa etária, grau de instrução e renda familiar.

A margem de erro da pesquisa é de 2,89% para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.