GP1

Eleições 2022

Aluísio Sampaio diz que PP quer vereadores infiéis fora do partido

O partido vive um desalinhamento por conta do apoio de Neto do Angelim e Valdemir a Rafael Fonteles.

O presidente do Progressistas de Teresina, vereador Aluísio Sampaio, afirmou nesta terça-feira (02) em entrevista ao GP1 que o partido não vai aceitar na sigla membros que não apoiem a chapa majoritária para o Governo do Piauí, que tem Sílvio Mendes (União Brasil) como candidato.

Segundo o parlamentar, quem não seguir a orientação partidária será “convidado” a sair do partido. O que pode ser o caso dos vereadores Neto do Angelim e Valdemir Virgino, que já declaram apoio ao candidato a governador do PT, Rafael Fonteles.

Foto: Lucas Dias/GP1Aluísio Sampaio
Aluísio Sampaio

“Eu acredito que se realmente a decisão deles for a de não acompanhar o nosso grupo é pouco provável que o partido aceite que eles fiquem dentro dos quadros partidários. Nós não temos a característica da expulsão, mas pode ter um entendimento, um acordo para que eles possam ficar liberados para escolher outra sigla partidária”, afirmou Aluísio Sampaio.

Contudo, Aluísio disse que o partido vai tentar conversar com os vereadores para que eles acompanhem a decisão do Progressistas. “Nós vamos fazer de tudo para que eles fiquem, mas acredito também que o partido não vai aceitar um integrante do partido que não siga a orientação, o direcionamento da presidência do partido, dos nossos líderes maiores”, explanou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.