Teresina - PI

Acusado de matar soldado Lídio Mesquita morre em confronto com a PM

O bandido foi baleado e levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas não resistiu e morreu.

Andressa Martins
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Um dos suspeitos de assassinar o soldado da Polícia Militar Lídio Roberto de Sousa Mesquita, na última quarta-feira (22), foi morto após troca de tiros com policiais da Força Tarefa no início da tarde desta sexta-feira (24).

A ação aconteceu no bairro Monte Verde, na zona norte de Teresina. O bandido, identificado apenas como "Pedim", foi baleado e levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas não resistiu e morreu. Conforme a Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI), o outro acusado, que também estava cercado pela polícia, foi baleado e está sendo encaminhado para o HUT.

  • Foto: Divulgação/GP1O acusado de matar o soldado Lídio Mesquita, identificado como Pedim, morreu no HUTO acusado de matar o soldado Lídio Mesquita, identificado como Pedim, morreu no HUT

O crime

O soldado identificado como Lídio Roberto de Sousa Mesquita, lotado no 13º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, foi assassinado com um disparo de arma de fogo na cabeça durante assalto na tarde desta quarta-feira (22), às 14h13 na Rua Londrina, na Vila São Francisco, situado na zona norte de Teresina.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppSoldado Lídio Roberto de Sousa Mesquita era lotado no 13º Batalhão da PMSoldado Lídio Roberto de Sousa Mesquita era lotado no 13º Batalhão da PM

Dois suspeitos se deslocavam a pé, um em cada lado da rua, tentando abordar motoqueiros que passavam na região. Quando o soldado se aproximou da dupla, os bandidos foram para o meio da via, forçando a parada do policial militar, que ainda tentou se livrar dos assaltantes, mas acabou sendo baleado sem sequer reagir.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Força tarefa prende acusados de envolvimento na morte do soldado Lídio

PM lamenta morte do soldado Lídio durante assalto em Teresina