Piauí

Bita do Barão morre aos 86 anos no Hospital São Paulo em Teresina

A família está providenciando a liberação do corpo que será levado, ainda hoje, para ser velado e enterrado em sua cidade natal, Codó.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

Morreu, na tarde desta quinta-feira (18), no Hospital São Paulo, Wilson Nonato de Souza, Bita do Barão, um dos pais de santo mais conhecidos do Brasil. Ele tinha 86 anos, estava internado há 11 dias em estado grave e já havia sido desenganado pelos médicos.

A família está providenciando a liberação do corpo que será levado, ainda hoje, para ser velado e enterrado em sua cidade natal, Codó.

  • Foto: Facebook/Bita do BarãoBita do BarãoBita do Barão

História

A descoberta de Bita do Barão como médium deu-se ainda na juventude, quando, incorporando Barão de Guaré, conseguiu desvendar o roubo de uma arma na cidade, dizendo o local e quem havia roubado o objeto.

Nascido em uma família pobre do povoado de São Antônio dos Pretos, onde se dançava o Terecô nas matas, por causa da repressão policial, a trajetória de Bita do Barão na religião afro-brasileira é regada a muitos mistérios. A fama, além da dedicação aos cultos, deve-se às amizades com nomes influentes da política brasileira.

Todos os anos, no mês agosto, a cidade de Codó para durante uma semana inteira para celebrar o Festejo da Tenda Espírita em que Bita do Barão é mestre. Na ocasião, os 500 filhos e filhas de santo que o seguem dançam em louvação. Há distribuição de brinquedos a crianças e banquete à vontade.

Mais conteúdo sobre: