Teresina - PI

Ciro Nogueira não vê razões para operação da PF em sua residência

De acordo com a nota, o senador Ciro Nogueira "afirma que não vê razões que justifiquem a ação, uma vez que sempre esteve à disposição para colaborar com as investigações”.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

Em direito de resposta à matéria “Polícia Federal faz buscas na casa do senador Ciro Nogueira”, publicada na manhã desta sexta-feira (22) no GP1, a assessoria do presidente nacional do Progressistas enviou nota informando que o parlamentar vai colaborar com as investigações.

De acordo com a nota, o senador Ciro Nogueira "afirma que não vê razões que justifiquem a ação, uma vez que sempre esteve à disposição para colaborar com as investigações”.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Ciro Nogueira Ciro Nogueira

Confira a nota na íntegra:

Em relação às diligências realizadas pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (22) em endereços ligados a Ciro Nogueira, o senador afirma que não vê razões que justifiquem a ação, uma vez que sempre esteve à disposição para colaborar com as investigações.

Ciro Nogueira defende o rápido esclarecimento dos fatos, que, mais uma vez, irão comprovar a improcedência das acusações.

Assessoria de Imprensa

A Operação

Na manhã desta sexta-feira (22) a Polícia Federal fez busca e apreensão na residência do senador Ciro Nogueira. A operação, intitulada “Compensação”, foi autorizada pela ministra Rosa Weber e é decorrente de um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF).

A investigação se deu por conta dos depoimentos de ex-executivos do Grupo J&F, que disseram ter repassado R$ 43 milhões ao Progressistas. Os pagamentos teriam sido repassados como doações oficiais a fim de apoio para a campanha política de Dilma Rousseff

Mais conteúdo sobre: