Teresina - PI

"Como JK é difícil aparecer outro", diz ex-governador Hugo Napoleão

“De certa forma, como JK é difícil aparecer outro. Getúlio Vargas foi um grande homem, um grande presidente e também teve o seu momento, mas foi um ditador", pontuou o ex-governador.

Jonas Carvalho
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O ex-governador do Piauí, Hugo Napoleão (PSD), durante o lançamento da obra de sua autoria “Eu fui advogado de JK”, enalteceu a figura do ex-presidente da República, Juscelino Kubitschek. A solenidade aconteceu na manhã desta quarta-feira (04), na Assembleia Legislativa do Piauí.

“De certa forma, como JK é difícil aparecer outro. Getúlio Vargas foi um grande homem, um grande presidente e também teve o seu momento, mas foi um ditador. Teve um período de democracia e um período de ditadura. O Juscelino não. Foram cinco anos de democracia”, pontou o ex-gestor.

  • Foto: Alef Leão/GP1Lançamento do livro de Hugo NapoleãoLançamento do livro de Hugo Napoleão

Hugo Napoleão preferiu abster-se da comparação entre os governos JK e Jair Bolsonaro. No entanto, o ex-Chefe do Karnak cobrou respeito às ideologias oposicionistas.

“Eu não digo que nós não estejamos vivendo em uma democracia. Todos estão dizendo que querem, todos estão falando. A democracia espero que esteja consolidada no Brasil, é preciso que todos digam o pensam e que respeitem também. É preciso que haja educação, altivez e boa vontade”, arrematou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Hugo Napoleão lança livro ‘Eu fui advogado de JK’ na Alepi

Mais conteúdo sobre: