Coronel José Dias - PI

Corpo de taxista é encontrado no município de Coronel José Dias

Ele foi morto a pauladas e teve as mãos e os pés amarrados pelos criminosos, que foram presos no último sábado (02), em Picos.

Débora Dayllin
Teresina
- atualizado

O corpo de um taxista identificado como Ileno Alexandre da Silva, 53 anos, foi encontrado na tarde desta segunda-feira (04), com mãos e pés amarrados no bairro Santa Luzia, no município de Coronel José Dias.

De acordo com informações do capitão Ivanaldo, do 11º Batalhão de Polícia Militar do Piauí, o corpo foi encontrado pelos próprios familiares da vítima, por volta das 13h. “Nós fomos acionados por populares, informando que esse corpo havia sido encontrado no povoado Santa Luzia. Os policiais foram até o local e confirmaram a informação. Inclusive quem localizou o corpo foram os próprios familiares da vítima”, informou o capitão.

  • Foto: Divulgação/PMIleno da SilvaIleno da Silva

“Sábado (02), um homem e uma mulher foram presos em Picos, e confirmaram que estavam envolvidos na morte de Ileno. A família teve acesso a esse depoimento, e saiu em busca de localizar o corpo e acabou tendo êxito. Nós informamos para a delegada e o corpo deve ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Teresina”, completou.

A prisão

Um casal identificado como Nilton Moura do Nascimento, 30 anos e Janaina Viana Martins, 31 anos foi preso no último sábado (02), durante abordagem da Polícia Militar em Picos. Eles são acusados de roubar um veículo e sequestrar o motorista em Petrolina, Pernambuco.

De acordo com o tenente-coronel Edwaldo Viana, comandante do 4º BPM, o carro havia sido roubado há mais de uma semana, e a polícia não conseguia localizar os suspeitos. “A polícia de Petrolina não conseguia localizar quem tinha roubado esse carro. Então entraram em contato comigo para ver se estavam rodando aqui por Picos. Na primeira noite de Carnaval, montamos uma barreira e conseguimos localizar os dois”, disse o coronel.

  • Foto: Divulgação/PMCasal preso em PicosCasal preso em Picos

“Ele é réu confesso, disse que já tinha matado seis pessoas anteriormente. E agora eles precisavam de um carro e resolveram assaltar um taxista, pegaram o Ileno Alexandre, mataram ele a pauladas em Simplício Mendes e desovaram o corpo, que foi localizado apenas hoje. Uma pessoa muito fria e cruel esse Nilton, ele já ia era desmanchar o carro, caso não tivesse sido pego. O carro pertencia a uma terceira pessoa, um sargento de Petrolina e estava apenas sendo dirigido por Ileno, uma tragédia”, relatou Edwaldo Viana.