Saúde

Covid-19: Pfizer conclui fase 3 de teste de vacina e relata eficácia de 95%

Conclusão ocorre após a contaminação de 170 voluntários; com resultado, empresa vai pedir autorização para uso emergencial.

Por  Estadão Conteúdo

A Pfizer e a BioNTech anunciaram nesta quarta-feira, 18, que concluíram a fase 3 dos testes clínicos com sua vacina contra covid-19 e que o produto apresentou uma eficácia de 95%. O produto, que tinha apresentado, na análise intermediária, uma eficácia de 90%, se mostrou ainda melhor com a observação de mais casos de participantes que foram contaminados.

A primeira análise objetiva primária é baseada em 170 casos de contaminação por covid-19 entre os participantes: 162 estão no grupo que tomou placebo e apenas 8 no grupo que tomou a vacina. A eficácia foi consistente em dados demográficos de idade, sexo, raça e etnia. A eficácia observada em adultos com mais de 65 anos de idade foi superior a 94%.

No grupo de contaminados, houve 10 casos severos, sendo 9 entre os voluntários que receberam placebo. Com o resultado, a empresa pretende pedir à agência de regulação de drogas norte-americana (FDA) autorização para uso emergencial da vacina.

Mais conteúdo sobre: