Piauí

Definida lista tríplice para procurador geral de Justiça do Piauí

A lista será encaminhada para o governador Wellington Dias, que terá o prazo de 10 dias, para escolher o novo nome.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

Foi definida, nesta quinta-feira (13), a lista tríplice com os candidatos a procurador geral de Justiça do Estado do Piauí. Disputam o cargo, o procurador Hugo de Sousa Cardoso e os promotores Carmelina Maria Mendes de Moura e Paulo Rubens Parente Rebouças.

Quatro nomes foram para a votação: Carmelina Moura obteve 102 votos, Hugo de Sousa Cardoso – 100 votos, Paulo Rubens – 92 votos e Flávio Teixeira – 63 votos.

  • Foto: Divulgação/MP-PIPaulo, Carmelina e HugoPaulo, Carmelina e Hugo

A lista será encaminhada para o governador Wellington Dias, que terá o prazo de 10 dias, para escolher o novo nome. Caso transcorra esse prazo e não ocorra manifestação, a candidata mais votada pela classe ministerial ocupará o cargo.

O mandato de procurador-geral de Justiça tem a duração de dois anos, sendo permitida uma recondução por igual período. Atualmente, o cargo é ocupado por Cleandro Moura, que assumiu em julho de 2015 e foi reconduzido ao cargo em 2017.

A Procuradoria Geral de Justiça é o órgão de direção do Ministério Público, representando-o judicial e extrajudicialmente, e ainda exercendo a gestão administrativa da instituição.

Votação

A votação iniciou às 9 horas e terminou às 15 horas. Dos 162 membros que estavam aptos a votar, compareceram 151. Cada um dos eleitores podia indicar até três candidatos diferentes, segundo a Lei Orgânica do Ministério Público do Estado.