Luzilândia - PI

Delegado Fábio Bhering é denunciado por abuso de autoridade

Segundo o corregedor-geral da Polícia Civil, delegado Emir Maia, advogados acionaram a Comissão de Ética da Ordem dos Advogados do Piauí (OAB-PI) e a Comissão de Prerrogativas.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

O delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Luzilândia, Fábio Bhering, foi denunciado por abuso de autoridade. O delegado é acusado de cometer atentados contra a liberdade profissional de advogados. No caso mais recente, ele é acusado de algemar uma advogada.

Em entrevista ao GP1 nesta quinta-feira (09), o corregedor-geral da Polícia Civil, delegado Emir Maia, informou que o acusado não deixa os advogados exercerem o trabalho na delegacia. “Ele não dá muito ouvidos para as pessoas, acha que pode acabar fazendo tudo, e quando os advogados vão atuar profissionalmente na delegacia, ele não gosta, ele já chegou a algemar uma advogada, em outro caso ele já expulsou para fora”, disse o delegado.

Ainda conforme o corregedor-geral, os advogados que afirmam ser vítimas do delegado Fábio acionaram a Comissão de Ética da Ordem dos Advogados do Piauí (OAB-PI) e a Comissão de Prerrogativas. “Os advogados acionaram a Comissão de Ética da OAB e a Comissão de Prerrogativas que começaram a formular as denúncias contra o delegado. Ele está sendo processado na Comarca de Luzilândia e aqui na Corregedoria da Polícia Civil também”, ressaltou.

Secretaria de Segurança

Por meio de nota a Secretaria de Segurança do Estado do Piauí (SSP-PI), informou que um processo administrativo foi instaurado pela corregedoria e foi recomendado o afastamento do delegado para as investigações do caso.

Sindepol

Em nota, o Sindicato dos Delegados de Polícia Civil (SINDEPOL) informou que as informações sobre abuso de poder são falsas e que o acusado continua como delegado titular de Luzilândia.

Confira a nota da SSP na íntegra:

O delegado Fábio Bhering, responsável pela Delegacia de Luzilândia, foi denunciado por alguns advogados por abuso de autoridade. Logo após a Corregedoria da Polícia Civil tomar conhecimento do assunto, foi instaurado um procedimento administrativo e recomendado o afastamento do delegado para que não atrapalhar nas investigações.

Confira a nota do sindicato na íntegra:

O Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Piauí informa que o Delegado Fábio Bhering continua como titular da Delegacia de Luzilândia e que as informações divulgadas sobre a prisão do dele são Fake News. A sociedade piauiense, em especial de Luzilândia, pode ficar tranquila que o Delegado Fabio continuará exercendo suas funções e prendendo os verdadeiros criminosos.

Em relação ao procedimento administrativo, o SINDEPOL informa que é dever da Corregedoria de Polícia apurar os fatos e lembra que, inclusive, o atual Corregedor de Polícia, Emir Maia, recentemente respondeu a procedimento administrativo por ABUSO DE AUTORIDADE no qual foi absolvido, e sabe que ninguém pode ser condenado sem o devido processo legal.