Floriano - PI

Gaeco deflagra operação e empresários são presos por sonegação fiscal

Os presos foram identificados como Josué Neto Soares Costa e Rogério de Holanda Soares.

Nayrana Meireles
Teresina
Laura Moura
Teresina
- atualizado

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Piauí (MP- PI) deflagrou na manhã desta quinta-feira (18), a Operação "Créditos Ilusórios", com o objetivo de dar cumprimento a dois mandados de prisão temporária e a cinco mandados de busca e apreensão em escritório de contabilidade e empresas no município de Floriano.

Os presos são dois empresários que foram identificados como Josué Neto Soares Costa e Rogério de Holanda Soares. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas empresas Erres Empreendimentos Comercial LTDA, de propriedade de Josué, e R&R Contas, cujo Rogério é diretor administrativo. O MP ainda investiga a suspeita de participação em esquema milionário de sonegação fiscal por parte dos empresários.

Além do MP, participam também a Polícia Civil do Piauí, a do Maranhão, a Polícia Militar e a Secretaria de Fazenda do Piauí e a Secretaria de Fazenda do Maranhão.

Outro lado

Em nota, a assessoria da R&R disse que a empresa não é investigada e que Rogério está prestando esclarecimentos, dando apoio e colaborando com as investigações, sempre primando pela justiça e veracidade dos fatos.

Confira abaixo a nota na íntegra:

Nota de Esclarecimento

Sobre as ações realizadas pelo GAECO/MA e Polícia Civil do Maranhão, a R&R Contas esclarece de pronto que a empresa não é investigada. Informamos ainda que o diretor administrativo, Rogério de Holanda Soares, está prestando esclarecimentos, dando apoio e colaborando com as investigações, sempre primando pela justiça e veracidade dos fatos.

Importante deixar claro que das 32 empresas ditas investigadas pela ação do GAECO, apenas 4 (quatro) são clientes do escritório R&R Contas, que tem 25 anos de mercado prestando serviços para milhares de clientes sendo reconhecido pela ética, profissionalismo e legalidade de seu trabalho. Por fim, a empresa esclarece que segue prestando serviços normalmente com a excelência de sempre e confiando na ação da Justiça para que a verdade prevaleça.

R&R Contas -