Piauí

Governo do Piauí divulga nota de pesar pela morte de Fátima Macedo

Fátima Macedo nasceu no município de São Raimundo Nonato e trabalhava como estilista.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O Governo do Estado do Piauí divulgou uma nota de pesar pelo falecimento da Miss Piauí de 1971, Fátima Macedo. Ela morreu na madrugada desse domingo (20) em um hospital de Teresina após lutar contra um câncer.

Fátima Macedo nasceu no município de São Raimundo Nonato e trabalhava como estilista. Ela faleceu aos 65 anos após o câncer afetar os seus órgãos vitais. Na nota o governo lamenta a morte e se solidariza com a situação que a família está passando neste momento.

  • Foto: Arquivo PessoalFátima MacedoFátima Macedo

“Fátima Macedo era casada com o médico endocrinologista Vilmar Paulo com quem teve 4 filhos e 6 netos. O Governo do Estado se solidariza com a família e amigos neste momento de luto”, diz a nota divulgada.

Confira a nota na íntegra:

O Governo do Estado lamenta o falecimento de Fátima Macedo Costa, na madrugada deste domingo (20), em um hospital particular da capital, onde estava em tratamento contra um câncer. Fátima nasceu em São Raimundo Nonato, ganhou o título Miss Piauí no ano de 1971, e era estilista.

Fátima Macedo era casada com o médico endocrinologista Vilmar Paulo com quem teve 4 filhos e 6 netos. O Governo do Estado se solidariza com a família e amigos neste momento de luto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Familiares e amigos lamentam morte da ex-miss Piauí Fátima Macedo

Ex-miss Piauí morre aos 65 anos vítima de câncer em Teresina