Teresina - PI

Greco deflagra Operação Cargas e prende policial militar

As investigações foram iniciadas, após a prisão do primeiro membro do grupo, que foi flagrado com 127 TVs roubadas do depósito das Casas Bahia, na Avenida Maranhão.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Um policial militar do 4º Batalhão da Polícia Militar de Picos, identificado como Rafael dos Santos Leal, foi preso na última segunda-feira (21), pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) durante a Operação Cargas, que teve início após a prisão do primeiro membro do grupo, flagrado com mais de 100 TVs roubadas em 11 de dezembro de 2018, no Parque Vitória, na zona sul de Teresina. Todo o material foi roubado do depósito das Casas Bahia, localizado na Avenida Maranhão, bairro Matinha.

De acordo com o coordenador do GRECO, delegado Tales Gomes, as últimas prisões foram iniciadas nessa segunda-feira e terminaram por volta de 23h da noite de ontem. Os demais presos na operação foram identificados como Abimael Pereira da Silva, vulgo Vei, Clemilton Pereira Lima, vulgo DJ, e Wanderlan Ferreira de Melo.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tales Gomes, coordenador do GRECOTales Gomes, coordenador do GRECO

Logo após a prisão de Rafael Macedo Araújo,realizada no mesmo dia do roubo dos eletroeletrônicos, o delegado Gustavo Jung iniciou as investigações e concluiu que Clemilton, vulgo DJ, auxiliado pelo policial militar, juntamente com Wanderlan, disponibilizaram o caminhão utilizado para transportar a carga roubada e que Abimael, acompanhado do pm, foram um dos responsáveis por ter invadido o depósito, onde renderam os funcionários e roubaram a carga, que foi levada no caminhão escoltado. A carga então foi encaminhada para a casa de Rafael Macedo Araújo, no Parque Vitória, e parte dela foi distribuída.

Em posse dessas informações, a equipe do GRECO conseguiu chegar até Abimael, na cidade de José de Freitas, na segunda-feira (21), e no decorrer do dia foi possível prender o policial em Teresina. Já no dia seguinte, as ações foram encerradas com a prisão de Wanderlan, todos por mandados expedidos pelo juiz Luis Henrique, da Central de Inquéritos.

Contra o policial militar Rafael dos Santos Leal pesa ainda a acusação de roubo de R$ 280,00 contra um comerciante na zona leste de Teresina. O caso está sendo investigado no âmbito da Corregedoria da Polícia Militar do Piauí.

Mais conteúdo sobre: