Coronavírus no Piauí

IBGE: 576 mil residências receberam auxílio emergencial no Piauí

A pesquisa também mostra que, dos 934 mil domicílios piauienses, houve solicitação de empréstimos em 37 mil (3,9%). Moradores de 31 mil domicílios (83,8%) conseguiram o empréstimo.

Davi Fernandes
Teresina

Dados da PNAD COVID19, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam que em julho, cerca de 61,7% dos domicílios piauienses receberam auxílio emergencial, o que equivale a 576 mil lares. O percentual cresceu em relação ao verificado em maio (56%) e em junho (60,8%).

Apesar do aumento, o estado saiu da 5ª maior posição quanto ao percentual de domicílios beneficiados para a 6ª colocação. Somente Amapá (68,8%), Maranhão (65,8%), Pará (64,5%), Alagoas (62,8%) e Amazonas (62,6%) tiveram valores superiores ao Piauí.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Auxílio emergencial da Caixa Econômica Auxílio emergencial da Caixa Econômica

O rendimento médio proveniente do auxílio emergencial também aumentou no Piauí e no Brasil. No estado, o valor saiu de R$ 960 em maio para R$ 975 em junho e alcançou R$ 981 em julho, um crescimento de 2,2%. No país, a média passou de R$ 849 em maio para R$ 885 em junho e chegou a R$ 896 em julho, aumento de 5,5%.

No Brasil, também houve aumento no percentual de residências beneficiadas, passando de 38,7% em maio para 43% em junho e 44,1% em julho. Isso significa que, em julho, no país, 30 milhões de pessoas foram beneficiadas.

Solicitação de empréstimo

A pesquisa também mostra que, dos 934 mil domicílios piauienses, houve solicitação de empréstimos em 37 mil (3,9%). Moradores de 31 mil domicílios (83,8%) conseguiram o empréstimo e, em 6 mil (16,2%), a solicitação foi recusada.

No Brasil, dos 68,5 milhões de domicílios, em cerca de 4 milhões (5,9%) algum morador solicitou empréstimo, sendo que em 3,3 milhões (82,5%) a solicitação foi atendida, e em 762 mil (17,5%), o empréstimo não foi concedido.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro diz que auxílio emergencial será prorrogado até dezembro

Nascidos em junho podem sacar auxílio emergencial neste sábado

Governo Federal pensa em reduzir beneficiários de auxílio emergencial

Mais conteúdo sobre: