Teresina - PI

Ida de Heráclito Fortes para novo DEM atrairá outros líderes

A diáspora da bancada socialista piauiense começou por conta da discordância das ações adotadas pela executiva nacional do partido que, dentre as estratégias, planeja retomar a aliança com o PT.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

A ida dos deputados federais piauienses Heráclito Fortes e Átila Lira para o novo DEM, atrairá outras lideranças de mandato do Estado. A prova são os constantes diálogos com um grupo de deputados estaduais do Piauí que deve migrar para legenda assim que a janela de transferência partidária for aberta em março de 2018.

Recentemente, Heráclito deixou os quadros do PSB e afirmou que a sigla não é a mesma da época de Eduardo Campos, ex-presidente nacional da legenda falecido em um acidente aéreo nas eleições de 2014 quando disputava a presidência da República.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Heráclito FortesHeráclito Fortes

  • Átila Lira também está esperando a abertura legal para fazer a mudança. Nesse barco ainda está o deputado federal também do PSB piauiense, Rodrigo Martins que ainda não confirmou se permanece na legenda ou se vai para outro partido. Mesmo diante das indefinições, ele deixou claro em outras oportunidades, que as chances de saída são bem maiores. Rodrigo tem dialogado com diversas agremiações entre elas, o próprio DEM, Solidariedade e o PRB.

A diáspora da bancada socialista piauiense começou por conta da discordância das ações adotadas pela executiva nacional do partido que, dentre as estratégias, planeja retomar a aliança com o PT.