Arraial - PI

Inmetro multa posto de combustíveis por irregularidades em Arraial

De acordo com informações do Inmetro, fiscais metrologistas estiveram no município e fiscalizaram dois postos de combustíveis da cidade.

WANESSA GOMMES
DE TERESINA
- atualizado

Na última quarta-feira (25), fiscais do Instituto Nacional de Metrologia Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) realizaram uma fiscalização periódica e anual nos postos de combustíveis e estabelecimentos comerciais da cidade de Arraial, sul do estado do Piauí, quando foram encontradas algumas irregularidades no posto Senhora Santana, localizado na PI 217.

De acordo com informações do Inmetro, fiscais metrologistas estiveram no município e fiscalizaram dois postos de combustíveis da cidade, um deles por ser novo não apresentou nenhuma irregularidade e por essa razão recebeu a certificação de qualidade Inmetro, enquanto o segundo posto, Senhora Santana, mais antigo na cidade, demonstrou algumas irregularidades técnicas, como a fiação exposta dentro da bomba de combustível, o que acarreta risco à segurança dos funcionários e usuários do posto, fato que resultou em multa ao proprietário do estabelecimento.

Ainda de acordo com o Inmetro, outra irregularidade técnica que foi verificada pelos ficais foi o visor digital que eles utilizam, que já está desgastado e apresentando falhas, alguns dígitos inclusive estavam queimados, o que dificulta ao consumidor verificar se a quantidade de gasolina que ele está pagando está correta. Com relação à aferição da bomba medidora de gasolina, o posto estava de acordo com as normas impostas pelo Inmetro.

Por fim, os fiscais pediram uma aferição para verificar a qualidade do combustível oferecido pelo posto, e ficou detectado que a quantidade de etanol constante na gasolina era superior ao permitido, o que classifica adulteração no combustível.

O Inmetro informou ao GP1 que não é da competência dos ficais autuar o posto por combustível adulterado, porém é uma exigência que qualquer consumidor pode solicitar ao estabelecimento. Restando comprovada a adulteração qualquer pessoa pode acionar a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), através do 0800 970 0267, que fica disponível em todos os postos.

Outro lado

Os responsáveis pelo posto Senhora Santana não foram localizados pelo GP1.

Mais conteúdo sobre: