Picos - PI

José Luís pede ao Conselho de Ética que investigue postura de Carlos Luís

Parlamentar pede que Conselho de Ética investigue se ouve quebra de decoro por parte do tucano na última sessão da Câmara de Picos.

José Maria Barros
Picos

Em ofício endereçado ao presidente da Câmara Municipal de Picos, Hugo Victor Saunders Martins (MDB), o vereador José Luís de Carvalho (PTB) solicitou ao Conselho de Ética da Casa, que investigue a postura do colega Carlos Luís Nunes de Barros (PSDB) durante a sessão realizada na última quinta-feira, 14 de novembro.

No documento, o parlamentar solicita a gravação da 33ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Picos, realizada no dia 14 de novembro de 2019, no [trecho] do pronunciamento do vereador Carlos Luís Nunes de Barros.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Vereador Carlos Luís é levado ao Conselho de ÉticaVereador Carlos Luís é levado ao Conselho de Ética

O parlamentar pede ainda ao presidente da Câmara, Hugo Victor (MDB), que encaminhe ao Conselho de Ética da Casa para analisar a fala do vereador Carlos Luís, se ouve quebra de decoro parlamentar. “Que se proceda conforme o Regimento Interno da Casa Legislativa de Picos” – sugere José Luís.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Vereadores trocam insultos durante última sessão da CâmaraVereadores trocam insultos durante última sessão da Câmara

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Picos é presidida pelo vereador Evandro Lima de Moraes, o Evandro Paturi (PTB); relatora, Valdídia Santos Martins Silva (PRTB) e membro, José Arimateia Luz, o Maté (PSL). Cada a eles analisar o pedido encaminhado pelo colega José Luís de Carvalho (PTB).

Entenda o caso

Na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Picos realizada quinta-feira passada, 14, os vereadores Carlos Luís Nunes de Barros (PSDB) e José Luís de Carvalho (PTB) esqueceram o decoro e trocaram insultos em plenário, causando constrangimento aos colegas e a plateia que acompanhava o debate nas galerias.

NOTÍCIA RELACIONADA

Vereadores de Picos trocam farpas durante sessão da Câmara