Piauí

Mais de 30 pessoas morreram eletrocutadas neste ano no Piauí, diz Sesapi

Somente em Teresina foram registradas 14 mortes, a maioria das vítimas em todo o estado é do sexo masculino.

Nathalia Carvalho
Teresina
- atualizado

De acordo com um levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) somente neste ano 36 pessoas morreram vítimas de choques elétricos no Piauí.

Os dados trazem números do período de janeiro até agosto de 2020. A cidade de Teresina foi a que mais registrou ocorrências de óbitos provocados por choques elétricos com 14 mortes. Em seguida está o município de Barras, com quatro registros. Das 36 vítimas fatais em todo o estado, 27 são do sexo masculino e 9 do sexo feminino.

Os municípios de Batalha, Bonfim do Piauí, Bom Princípio, Boqueirão, Caraúbas, Cocal, Colônia, Curimatá, Curral Novo, Esperantina, Jerumenha, José de Freitas, Nossa Senhora dos Remédios, Padre Marcos, Parnaíba, Piracuruca, Regeneração, São Gonçalo do Gurguéia e União registraram um óbito cada.

Vítimas

  • Foto: Reprodução/FacebookGisele SandraGisele Sandra

No dia 1° de setembro uma adolescente identificada como Gisele Sandra, de 14 anos, morreu após sofrer uma descarga elétrica depois de abrir a geladeira da casa onde morava no município de Barras, região Norte do Piauí. A vítima estava molhada quando tocou no eletrodoméstico, ela tinha acabado de sair do banho.

  • Foto: Reprodução/InternetCezar MarafonCezar Marafon

O empresário e produtor rural da região do cerrado piauiense, Cezar Marafon, morreu no dia 25 de setembro em uma de suas fazendas na cidade de Redenção do Gurguéia, após sofrer uma descarga elétrica. Um funcionário da propriedade, Carlos da Silva, também morreu no acidente. Ele realizava um serviço de manutenção em uma bomba d'água com um funcionário quando aconteceu a tragédia.

  • Foto: Reprodução/FacebookKerollayne Oliveira Kerollayne Oliveira

A digital influencer e empresária Kerollayne Oliveira faleceu na noite do dia 12 de setembro, após sofrer uma descarga elétrica. A jovem era proprietária do restaurante Bagatella Grill & Brasa, que fica no bairro Água Mineral, na zona norte da capital. Kerollayne deixa o marido e uma filha de um ano.

Conforme as informações de amigos, Kerollayne estava limpando seu restaurante quando levou um choque, caiu e bateu a cabeça. A jovem chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu.

  • Foto: Reprodução/FacebookValdecir Barros de AraújoValdecir Barros de Araújo

Um pedreiro identificado como Valdecir Barros de Araújo morreu eletrocutado na manhã do último sábado (26) por volta das 10h30, enquanto trabalhava em uma obra no centro da cidade de Pedro II. A vítima estava realizando o acabamento de uma parede com uma régua de alumínio e sem querer tocou o equipamento em um fio de alta tensão.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Garota de 14 anos morre em Barras após levar choque em geladeira

Empresário Cezar Marafon e funcionário morrem eletrocutados em fazenda

Empresária morre após sofrer descarga elétrica na zona norte de Teresina

Pedreiro morre eletrocutado em obra no centro de Pedro II

Mais conteúdo sobre: