João Costa - PI

MP investiga contratações realizadas pelo prefeito Gilson Castro

O inquérito civil irá apurar a contratação de pessoas sem concurso público ou qualquer forma de seleção, em descumprimento ao contido no art. 37, caput, e inciso II, da Constituição Federal.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O prefeito de João Costa, Gilson Castro de Assis, está sendo alvo de investigação do promotor Jorge Luiz da Costa Pessoa, do Ministério Público do Estado do Piauí, após realizar contratações sem concurso público ou qualquer tipo de processo seletivo no ano de 2014.

O promotor Jorge Luiz explicou na portaria de nº 99/2019, de 11 de março, que o relatório do contraditório do procedimento administrativo que tramitou perante o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) constatou irregularidades na condução administrativa do município de João Costa, no exercício de 2014.

  • Foto: Regis Foto StudioPrefeito Gilson CastroPrefeito Gilson Castro

“Para melhor apuração e elucidação dos fatos investigados, necessário se faz a instauração de inquéritos civis específicos”, disse o promotor, destacando que existe “a necessidade de acompanhar a situação fática acima descrita e de apuração de eventuais atos de improbidade administrativa e lesão ao patrimônio público para se buscar a devida reparação”.

O inquérito civil irá apurar a contratação de pessoas sem concurso público ou qualquer forma de seleção, em descumprimento ao contido no art. 37, caput, e inciso II, da Constituição Federal.

Outro lado

O prefeito Gilson Castro não foi localizado pelo GP1.