Política

Polícia Federal marca depoimentos de investigados no inquérito das fake news

Alguns dos investigados informaram nas redes sociais que foram intimados, como a ativista bolsonarista Sara Winter e o assessor parlamentar Edson Salomão.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

A Polícia Federal intimou nesta segunda-feira, 1º, investigados no inquérito das fake news, em trâmite no Supremo Tribunal Federal, para que prestem depoimento nos próximos dias. O caso corre sob sigilo e os nomes dos depoentes não foram divulgados.

No entanto, alguns dos investigados, como a ativista bolsonarista Sara Winter e o assessor parlamentar Edson Salomão, informaram nas redes sociais que foram intimados. Além deles, o blogueiro Allan dos Santos, do site Terça Livre, também disse ter recebido a visita da Polícia Federal.

A intimação é desdobramento da investigação após a operação policial que cumpriu buscas e apreensão em endereços ligados a 17 pessoas na quarta-feira passada.

A ação foi determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do caso no Supremo Tribunal Federal.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Edson Fachin deixa com plenário decisão sobre inquérito das fake news

Augusto Aras pede ao STF para suspender inquérito sobre fake news